Tribuna Expresso

Perfil

Coronavírus

Covid-19. “O coronavírus é um ato de Deus contra o Ocidente por ter perseguido a Rússia, é uma resposta às tergiversações políticas”

A antiga campeã olímpica russa disse que a covid-19 foi Deus a intervir contra as injustiças promovidas pelos países ocidentais à Rússia

Tribuna Expresso

Christof Koepsel

Partilhar

Svetlana Khórkina não é ninguém: foi dupla campeã olímpica, na especialidade barras assimétricas, nos Jogos Olímpicos de Atlanta e Sydney, em 1996 e 2000, e também ganhou várias vezes a medalha de ouro em Mundiais de ginástica.

Portanto, o que ela diz tem sempre relativo impacto, mesmo que o que ela diga sejam apenas considerações carregadas de misticismo profético. Então, aqui vai: segundo a antiga atleta russa, de 41 anos, o adiamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio é um "castigo de Deus" ao Ocidente por ter perseguido a Rússia - na questão do doping generalizado nos JO de inverno de Sochi, prática sobre a qual há provas e testemunhos.

"Do meu ponto de vista, tudo isto aconteceu porque não se pode chatear Rússia, nem os nossos atletas. Não é uma causalidade que o nosso hino diga que Deus protege a nossa terra", disse Khórkina ao diário desportivo russo "Sport Express". As declarações, reproduzidas, claro, pelo Ocidente, causaram polémica. "Esse asco mortal é uma resposta às tergiversações políticas contra a Rússia. É uma espécie de castigo divino".