Tribuna Expresso

Perfil

Coronavírus

Juventus corta nos salários de Ronaldo e companhia para poupar €90 milhões

A Juventus anunciou que chegou a acordo com os jogadores e com o treinador para reduzir os salários temporariamente

Tribuna Expresso

Alessandro Sabattini

Partilhar

€90 milhões. É esse o valor que a Juventus irá poupar nos próximos tempos, depois de ter chegado a acordo com os jogadores e com o treinador Maurizio Sarri para a redução dos respetivos salários, enquanto o futebol estiver parado, devido à covid-19.

"A Juventus anuncia que chegou a um acordo com os jogadores e com o treinador sobre os salários para o que ainda falta disputar da época", lê-se no comunicado publicado este sábado à tarde no site do campeão italiano.

"O acordo prevê uma redução na compensação dos valores mensais de março, abril, maio e junho de 2020", pormenoriza o texto, acrescentando também que os efeitos desse acordo permitirão ao clube poupar €90 milhões em 2019/20.

A Juventus reitera também que a redução é apenas temporária, já que, "caso os jogos desta época sejam disputados em novas datas, o clube irá negociar de boa fé com os jogadores e com o treinador novos aumentos, de acordo com o resumo e com o que ainda haverá para disputar nas competições oficiais".

O comunicado termina com um agradecimento "aos jogadores e ao treinador, pelo seu compromisso em tempos difíceis para todos".

Cristiano Ronaldo e Jorge Mendes doam cinco ventiladores à Madeira

Depois das doações feitas ao Santa Maria e ao Pulido Valente, em Lisboa, Cristiano Ronaldo e Jorge Mendes ajudaram agora a Madeira, onde o jogador está com a família