Tribuna Expresso

Perfil

Coronavírus

Covid-19. Antigo guarda-redes da Turquia e do Barcelona em estado crítico

Rustu, o jogador turco que mais vezes vestiu a camisola da seleção, terá sido contagiado pela mulher, segundo os meios de comunicação locais

Tribuna Expresso

JACQUES DEMARTHON

Partilhar

Rustu Reçber, antigo guarda-redes da seleção turca, do Antalyaspor, Fenerbahçe, Besiktas e também do Barcelona, encontra-se em estado crítico, após ter sido infetado com a covid-19. O ex-futebolista encontra-se hospitalizado há dias, mas a sua situação piorou, segundo avançam os meios de comunicação social turcos.

Rustu, o jogador que mais vezes vestiu a camisola da Turquia (120 internacionalizações), terá sido contagiado pela mulher, Isil, que anunciou a doença do marido nas redes sociais. Isil, de acordo com a imprensa turca, terá apanhado a covid-19 numa viagem aos EUA e, já em solo pátrio, poderá ter violado as normas de quarentena, por não ter estado reclusa em casa, algo que lhe tem valido críticas violentas. E defende-se, nas suas contas na internet: “O meu único pedido é que as pessoas sejam conscientes e respeitadoras. O meu exame deu negativo, tal como o dos meus filhos. O Rustu está no hospital e não mo deixam ver, essa é a parte mais difícil. Não deixem de rezar por ele."

Rustu tem 46 nos, conquistou cinco títulos nacionais turcos e fez parte da seleção que chegou aos quartos de final do Euro2000 - eliminada por Portugal - e terminou o Mundial2002 no 3.º lugar.