Tribuna Expresso

Perfil

Coronavírus

O que é que vai fazer durante a quarentena? Son Heung-min vai cumprir o serviço militar

Sul-coreano do Tottenham foi autorizado a voltar à sua terra natal, agora que a Premier League está parada devido ao surto de covid-19, e deverá aproveitar o tempo livre para resolver uma questão que tem há muito pendente

Tribuna Expresso

WILL OLIVER/Getty

Partilhar

Autorizado a regressar à Coreia do Sul pelo Tottenham numa altura em que a Premier League está parada e sem perspetivas de ser retomada nas próximas semanas devido ao surto de covid-19, Son Heung-min vai aproveitar o tempo livre na sua terra natal para finalmente resolver uma questão que já lhe deu algumas dores de cabeça ao longo da carreira.

De acordo com a AFP, depois de cumprir um período de quarentena obrigatória de duas semanas, o atacante de 27 anos vai apresentar-se às autoridades do país para cumprir o serviço militar que é obrigatório para todos os homens sul-coreanos sem problemas físicos ou de saúde. Estará apenas à espera do mais que certo adiamento do regresso da Premier League, que está neste momento marcado para 30 de abril.

Son vai viajar para o campo de treinos dos fuzileiros da Coreia do Sul, na ilha de Jeju, a 20 de abril, onde terá de cumprir três semanas de treino básico mais 500 horas de serviço comunitário.

O serviço militar obrigatório na Coreia do Sul tem uma duração de 21 meses, mas o jogador orientado por José Mourinho conseguiu ser abrangido por uma exceção à regra, depois de ter ajudado a sua seleção a vencer a medalha de ouro nos Jogos Asiáticos de 2018, num triunfo no prolongamento frente ao Japão, com Son a acabar o jogo em lágrimas - uma paragem de 21 meses teria efeitos imprevisíveis naquele que é, por estes dias, um dos melhores jogadores da Premier League.