Tribuna Expresso

Perfil

Coronavírus

Covid-19. Dalglish teve alta e agradeceu aos médicos e ao Serviço Nacional de Saúde: "Todos os pacientes têm acesso aos melhores cuidados"

antigo jogador de futebol escocês Kenny Dalglish, ‘lenda’ do Liverpool, teve alta hospitalar no sábado, depois de ter testado positivo à covid-19

Lusa

Stephen McCarthy

Partilhar

O antigo jogador de futebol escocês Kenny Dalglish, ‘lenda’ do Liverpool, teve alta hospitalar no sábado, depois de ter testado positivo à covid-19, foi hoje anunciado.

O antigo jogador de futebol de 69 anos tinha dado entrada no hospital na quarta-feira, tendo sido posteriormente descoberto que estava infetado com o novo coronavírus, apesar de “assintomático”.

Kenny Dalglish afirmou ao jornal escocês Sunday Post que os profissionais de saúde foram “fantásticos”.

“Temos muita sorte em tê-los. As pessoas podem achar que o meu nome permitiu que tivesse os melhores dos cuidados, mas todos os pacientes do Serviço Nacional de Saúde recebem os melhores dos cuidados em saúde”, disse.

Depois de ‘brilhar' no Celtic, foi no Liverpool que o antigo avançado, 102 vezes internacional pela Escócia (30 golos), se destacou mais, com seis títulos de campeão de Inglaterra e três Taças dos Campeões Europeus, antes de vencer a Liga inglesa como treinador também pelos ‘reds' e pelo Blackburn Rovers.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já provocou mais de 107 mil mortos e infetou mais de 1,7 milhões de pessoas em 193 países e territórios.

Dos casos de infeção, quase 345 mil são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Os Estados Unidos são o país que regista o maior número de mortes, contabilizando 20.071 até hoje, e aquele que tem mais infetados, com perto de 520 mil casos confirmados.