Tribuna Expresso

Perfil

Coronavírus

Covid-19. Liverpool - Atlético Madrid pode ter acelerado surto na cidade inglesa

Encontro da Liga dos Campeões jogou-se com público a 11 de março, numa altura em que Liverpool tinha apenas seis casos do novo coronavírus. Agora conta 246 óbitos. Três mil adeptos espanhóis viajaram para a cidade e governo britânico não descarta uma relação entre os factos

Tribuna Expresso

Simon Stacpoole/Offside/Getty

Partilhar

A 11 de março, numa altura em que Madrid já estava a implementar medidas de isolamento, mais de 3 mil adeptos do Atlético Madrid viajaram até Liverpool para o embate entre as duas equipas a contar para os 16 avos-de-final da Liga dos Campeões. Agora, Angela McLean, consultora científica do governo britânico, diz que não é descabido pensar no jogo como um acelerador do surto de covid-19 na cidade inglesa, onde já morreram 246 pessoas.

"É uma hipótese interessante", admitiu McLean durante uma conferência de imprensa do governo. Mais tarde, ao jornal "Liverpool Echo", a cientista sublinhou que defende que, "no futuro", se deveria aclarar se os dois surtos estão de alguma forma relacionados.

"Fico genuinamente triste por ouvir que tanta gente em Liverpool esteve mal e tanta gente acabou por morrer. Eu acho que seria muito interessante no futuro perceber que relação que existe entre o vírus que circulou em Liverpool e o que circulou em Madrid", revelou McLean.

Quando o jogo se realizou, Liverpool tinha apenas seis casos confirmados de covid-19. Nesse mesmo dia, a liga espanhola decidiu fazer jogos à porta fechada. Desde então, já vários políticos e autoridades britânicos e espanhóis admitiram que foi um erro que o encontro dos 16 avos-de-final se realizasse, ainda para mais com público.