Tribuna Expresso

Perfil

Coronavírus

Bayern Munique vendeu mais de 100 mil máscaras com as cores do clube em 24 horas

As máscaras foram feitas a partir de cachecóis para o jogo da Liga dos Campeões com o Chelsea, que não se chegou a realizar, e o dinheiro angariado ajudará na luta contra a covid-19

tribuna expresso e lusa

Partilhar

O Bayern de Munique vendeu mais de 100 mil máscaras com as cores do clube em 24 horas, informou o emblema campeão alemão de futebol, no seu site, explicando que o dinheiro angariado se destina à luta contra a covid-19.

As máscaras foram feitas a partir de cachecóis para o jogo da Liga dos Campeões com o Chelsea, previsto para 18 de março e que não se chegou a realizar devido à crise sanitária existente, que seria igualmente comemorativo dos 120 anos do clube.

O dinheiro proveniente da venda das máscaras destina-se à iniciativa "We Kick Corona" [Nós pontapeamos o Corona] , idealizada pelos futebolistas Joshua Kimmich e León Goretzka, para angariar fundos para causas sociais e de caridade, durante a pandemia.

"Ficámos satisfeitos de contribuir para a maravilhosa iniciativa do Joshua Kimmich e do Loen Goretzka. É um grande exemplo em como os nossos jogadores reconhecem o seu papel como exemplos para a sociedade, demonstrando solidariedade nesta crise", disse o presidente executivo Karl-Heinz Rummenigge.

Uso de máscara obrigatório

Depois de anunciar a venda de mais de 100 mil máscaras, com modelos de adulto (6,95 euros) e criança (5,95), o clube pediu hoje compreensão para entregas mais demoradas, num momento de grande procura por parte dos adeptos.

A partir de hoje no estado federado da Baviera é obrigatório o uso de máscara em transportes públicos ou recintos fechados.

A Alemanha registou até hoje cerca de 155.000 casos de pessoas infetadas com o novo coronavírus e mais de 5.000 mortes.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou cerca de 198 mil mortos e infetou mais de 2,8 milhões de pessoas em 193 países e territórios.
Mais de 766 mil doentes foram considerados curados.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Para combater a pandemia, os governos mandaram para casa 4,5 mil milhões de pessoas (mais de metade da população do planeta), encerraram o comércio não essencial e reduziram drasticamente o tráfego aéreo, paralisando setores inteiros da economia mundial.

Face a uma diminuição de novos doentes em cuidados intensivos e de contágios, alguns países começaram, entretanto, a desenvolver planos de redução do confinamento e em alguns casos, como Dinamarca, Áustria, Espanha ou Alemanha, a aliviar algumas das medidas.

Uma solução caricata: e se os jogadores de futebol jogassem com uma máscara?

A Bundesliga tem o regresso alinhavado para 9 de maio e as autoridades alemãs avançaram com uma sugestão caricata para os jogos: ter os jogadores a utilizar máscara durante os 90 minutos