Tribuna Expresso

Perfil

Coronavírus

Futebolistas com resultado errado no teste à covid-19

Casos identificados como infetados estavam negativos. Denúncia foi feita por um médico do Hospital de São João e aconteceu por acaso. Laboratório tem gestores com ligação familiar à Federação

Vera Lúcia Arreigoso e Pedro Candeias

Partilhar

O laboratório que a Liga escolheu como parceiro para testar jogadores e equipas técnicas dos 18 clubes da I Liga à covid-19 deu vários resultados errados. No caso, falsos positivos da infeção, sobretudo entre os atletas. Numa pequena amostra denunciada ao Expresso, em 11 análises realizadas, a Unilabs acertou em duas.

Em concreto, os 11 testes foram feitos, quase todos, a jogadores do Vitória de Guimarães e do Famalicão há cerca de dez dias. Em Guimarães foram identificados três positivos e um inconclusivo e em Famalicão sete positivos. O resultado foi correto apenas em dois casos positivos, detetados em ambos os clubes. Ou seja, os nove testes restantes eram na realidade negativos

A falta de acuidade no diagnóstico da infeção entre os elementos dos dois clubes foi detetada por mero acaso por um médico do Hospital de São João, no Porto. Questionado pelo Expresso, o laboratório refuta a existência de qualquer falha nos procedimentos, mas confirma que “houve médicos de clubes a perguntarem porque havia tantos positivos”, diz o diretor técnico da Unilabs, António Maia Gonçalves.

Este é um artigo exclusivo. Se é assinante clique AQUI para continuar a ler. Para aceder a todos os conteúdos exclusivos do site do Expresso também pode usar o código que está na capa da revista E do Expresso.

Caso ainda não seja assinante, veja aqui as opções existentes e tenha acesso a todos os artigos