Tribuna Expresso

Perfil

Coronavírus

Jogadores do Dortmund multados por terem recebido um barbeiro em casa

Manuel Akanji e Jadon Sancho foram punidos pela Liga alemã, por não cumprido à risca o protocolo relativo à pandemia de covid-19

lusa

LARS BARON

Partilhar

O defesa suíço Manuel Akanji e o avançado inglês Jadon Sancho, ambos do Borussia Dortmund, foram multados pela Liga alemã de futebol (DFL), por terem desrespeitado o protocolo da covid-19, revelou hoje o organismo.

A DFL considerou que os dois jogadores, em fotos que foram publicadas nas redes sociais, não seguiram as medidas de saúde e de higiene aplicadas a todos os clubes da Bundesliga, quando receberam em casa um barbeiro e cortaram o cabelo sem a utilização de uma máscara.

O organismo não divulgou o valor das multas.

Também através das redes sociais, outros jogadores do Dortmund, incluindo o português Raphaël Guerreiro, apareceram em fotos a cortar o cabelo, com o mesmo barbeiro, mas a DFL optou, para já, por não aplicar qualquer castigo.

Revisão do protocolo sanitário?

Esta punição a Akanji e Sancho acontece numa semana em que algumas figuras do futebol alemão, como treinadores e dirigentes, defenderam a flexibilização das medidas de proteção contra o novo coronavírus.

O holandês Peter Bosz e o antigo avançado Rudi Völler, treinador e diretor desportivo do Bayer Leverkusen, respetivamente, querem uma revisão do protocolo, assim como o técnico do Paderborn, Steffen Baumgart.

“É ótimo que tenhamos voltado a jogar, a DFL fez tudo muito bem. Mas o protocolo [da covid-19] foi elaborado em março e estamos em junho”, notou hoje Bosz, que reconheceu que seria bom que os jogadores tivessem autorização para celebrar novamente os golos”.

Os campeonatos de futebol de França, Escócia, Bélgica e dos Países Baixos foram cancelados, enquanto outros países preparam o regresso à competição, com fortes restrições, como sucede em Inglaterra, Itália e Espanha. A liga alemã e a liga portuguesa já foram retomadas.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 387 mil mortos e infetou mais de 6,5 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Mais de 2,8 milhões de doentes foram considerados curados.

A Alemanha registou 507 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas, para um total de 183.271, e uma subida de 32 vítimas mortais para 8.613, revelou hoje o Instituto Robert Koch.

Jogadores podem exibir mensagens sobre George Floyd, #BlackLivesMatter ou antirracismo? Não. E serão punidos? Talvez não

Jadon Sancho, Achram Hakimi e Weston McKennie jogam na Bundesliga e, no fim de semana, exibiram mensagens de apoio a George Floyd, cidadão afro-americano que foi morto por um polícia nos EUA. Não foram punidos pela liga alemã e a FIFA já apelou ao "bom senso" das federações para não aplicarem o que, no fundo, ditam as regras: os futebolistas não podem exibir mensagens ou <em>slogans</em> políticos durante os jogos. Mas porquê? As regras do jogo não o explicam