Tribuna Expresso

Perfil

Coronavírus

Covid. Marcelo já falou com Ronaldo e garante que não há mais infetados na seleção

Presidente da República ligou a Cristiano Ronaldo, que deu positivo num teste covid. Marcelo revela ainda as garantias que a Federação Portuguesa de Futebol lhe deu relativamente ao estado de saúde dos demais jogadores

Isabel Paulo

Reuters

Partilhar

O chefe do Estado já teve oportunidade de desejar as melhoras a Ronaldo, que testou positivo à covid-19 esta terça-feira. Em Bruges, de visita ao Colégio da Europa, que neste ano letivo presta tributo a Mário Soares, Marcelo referiu já ter contactado também a Federação, que garantiu que na bateria de testes diários não houve mais testes positivos, quer no plantel quer no staff técnico.

Em declarações à SIC, o Presidente da República revelou que Ronaldo está assintomático e que esta quarta-feira estará em Portugal a apoiar a seleção no jogo contra a Suécia. Apesar de a baixa ser relevante, Marcelo Rebelo de Sousa confia na equipa nacional, que “não deixou de ganhar” na Liga das Nações quando jogou sem CR7. Marcelo lembrou que ninguém é imune nesta pandemia, respondendo assim ao lado quanto a uma possível quebra de quarentena por parte de Ronaldo.

“Esta pandemia é um desafio para todos os Estados e países e a colaboração europeia é fundamental”, disse. Questionado sobre a deslocação a Bruges, Marcelo afirmou que, a poucos meses de Portugal assumir a presidência do Conselho Europeu, a visita ao Colégio da Europa era “incontornável”, dado Mário Soares ser o patrono da instituição, frisando ser a única figura contemporânea a merecer a distinção, além de ser importante para a formatura dos alunos deste ano letivo, entre os quais se contam portugueses.

“É um elogio a Portugal. E uma figura chave da nossa democracia e da construção europeia. Fui convidado e entendi que devia vir”, concluiu Marcelo, que avançou que regressa ainda esta terça-feira para não ser obrigado a ficar de quarentena em Brugges. Antes da viagem, o chefe de Estado testou negativo e repetirá o teste no regresso a Portugal.