Tribuna Expresso

Perfil

Coronavírus

Salah está infetado com covid-19

O jogador do Liverpool estava concentrado com a seleção egípcia, para a qualificação para a CAN

LUSA

Jason Cairnduff

Partilhar

O avançado egípcio Mohamed Salah teve um teste positivo à covid-19, informou esta sexta-feira a Federação de futebol do Egito, a dois dias do jogo frente ao Togo, de qualificação para a Taça das Nações Africanas (CAN).

"Os testes realizados à seleção nacional de futebol mostraram que o nosso internacional Mohamed Salah, do Liverpool, foi infetado com o novo coronavírus, o teste deu um resultado positivo, apesar de não ter sintomas", escreveu a Federação egípcia na rede social Twitter.

Salah, companheiro de Diogo Jota no Liverpool, estava concentrado com a seleção, com vista aos jogos de domingo e de terça-feira com o Togo, do grupo G de qualificação para a CAN.

O avançado, de 28 anos, falhará ambos os jogos, bem como deverá ficar de fora dos próximos compromissos do Liverpool, na Liga inglesa com o Leicester, em 21 de novembro, e na Liga dos Campeões com a Atalanta, em 25.

Salah é considerado dos melhores futebolistas da atualidade, tendo sido eleito o jogador africano do ano em 2018 e 2019, ano em que também recebeu a distinção de melhor jogador do Mundial de clubes, em que o Liverpool venceu na final o Flamengo.

Pelos 'reds', equipa que representa desde 2017/18, Salah sagrou-se também campeão europeu em 2018/19, e na última época ajudou o Liverpool a chegar ao título na Liga inglesa, algo que não conquistava há 30 anos, desde a época de 1989/90.

Outras estrelas do futebol mundial já tiveram resultados positivos à covid-19, casos de Cristiano Ronaldo, Neymar ou Mbappé.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.294.539 mortos em mais de 52,7 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.