Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Crónica

Bem-vindos ao mundo de Ronaldo, onde o lendário é óbvio e banal

Bruno Vieira Amaral escreve sobre o fardo que Cristiano Ronaldo carrega, do goleador incomparável que tantos vêem como o maior problema das equipas por onde vai batendo recordes

Bruno Vieira Amaral

Matthew Peters

Partilhar

No sábado à tarde, depois de Cristiano Ronaldo ter marcado o segundo golo ao Newcastle, recebi várias mensagens. Uma delas dizia apenas: “Lendário!!!” (creio que foram três pontos de exclamação). No final, outra mensagem, esta de desilusão: “Ora bolas. Tinha apostado num hat-trick.” Os céticos contiveram-se. Guardaram, por agora, as armas na gaveta. Mas não tardarão a apontá-las e a disparar para todos os lados como cowboys em pânico. Para já, ficamos neste limbo peculiar em que o lendário é banal, em que um feito que deixa quase todos boquiabertos consegue mesmo assim ficar aquém das expetativas. Bem-vindos ao mundo de Ronaldo.

Artigo Exclusivo para assinantes

No Expresso valorizamos o jornalismo livre e independente

Já é assinante?
Comprou o Expresso? Insira o código presente na Revista E para continuar a ler