Tribuna Expresso

Perfil

Diário

Este texto é para quem não gosta de futebol

Dois jogos loucos, 12 golos e umas meias-finais rocambolescas depois, a provável melhor Liga dos Campeões de sempre lembrou-nos que, por mais letárgico que pareça estar, o futebol está vivo. Em 180 minutos, submeteu-se à melhor e, ao mesmo tempo, mais improvável provação possível para nos mostrar que sim, ainda é um espetáculo

Diogo Pombo

Caídos por terra: o grande Ajax tombou como um grande do futebol porque a tragédia só acontece aos heróis

Reuters

Partilhar

É só labregos a cuspirem e a dizerem palavrões uns com os outros. Olha para eles, sempre a atirarem-se para o chão, tanto teatro, a fingirem que foram agredidos nos momentos em que, vá lá, não estão a agredir alguém. E os adeptos, os que vão ao estádio, ainda são piores. Uns arruaceiros, passam a vida a insultar, malucos a salivarem por andar à porrada, invadir o campo e dizer mal dos árbitros, que são uns ladrões e estão comprados. Depois, admiram-se.

Já ouvi da minha mãe este tipo de apreciações, honestas na mesma porção que são inofensivas. Como ouvi do meu pai, senhor de outras mais coloquiais, mas nenhuma tão repetida como “aqueles pés de chumbo”. Ambos não gostam de futebol.

Para ler o artigo na íntegra clique AQUI