Tribuna Expresso

Perfil

Diário

O vírus que cancelou o Mundo

NBA, Ténis, Fórmula 1. Numa questão de horas, o desporto parou. A luta contra o relógio chama-se agora Jogos Olímpicos de Tóquio

Lídia Paralta Gomes e Pedro Candeias

O acender da chama olímpica em Olímpia, ato simbólico dos Jogos Olímpicos que podem ou não acontecer

VASSILIS PSOMAS/EPA

Partilhar

Esta última quinta-feira pela manhã, ela apareceu. A quatro meses dos Jogos de Tóquio, a chama olímpica ganhou vida em Olímpia, o histórico local dos Jogos Olímpicos da Antiguidade, para nas próximas semanas fazer o já habitual périplo pelo planeta até chegar ao Estádio Olímpico da capital do Japão na cerimónia de abertura, marcada para 24 de julho.

Mas quando chegar a Tóquio, talvez a chama não tenha o que alumiar. Os Jogos Olímpicos estão em perigo. Até hoje, só as duas grandes guerras travaram o maior evento desportivo do planeta. Agora, um vírus chamado Covid-19, o vírus de todas as nossas preocupações, poderá fazer cair os próximos Jogos.

Para ler o artigo na íntegra clique AQUI