Tribuna Expresso

Perfil

Diário

Operação Lex: Fátima Galante fez a “papinha toda” num acórdão assinado por Rangel. O arguido Paulo "Vacas" Silva exige ser libertado

Paulo "Vacas" Silva, condenado a sete anos e meio de prisão por tráfico, exige ser libertado. E há mais casos, de Duarte Lima ao rei Ghob

Rui Gustavo

Fátima Galante e Rui Rangel são suspeitos de se terem deixado corromper

ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

Partilhar

Apesar de ser um caso aparentemente trivial de tráfico de droga, a verdade e que foram precisos quatro acórdãos da Relação de Lisboa para condenar, em definitivo, Paulo “Vacas” Silva a uma pena de sete anos e meio de prisão. No primeiro acórdão, Rui Rangel, mandou refazer a sentença do tribunal de primeira instância porque considerou inválidas as provas obtidas através da faturação detalhada. O primeiro tribunal manteve a pena e seguiu-se novo recurso.

O segundo acórdão de Rui Rangel tinha um alegado “erro de reprografia” que tornou invisível as alegações de outro arguido. No terceiro acórdão, um novo lapso ignorou umas questões levantadas pela defesa de “Vacas” e só à quarta tentativa o processo foi concluído, mantendo a pena a que o arguido tinha sido condenado na primeira instância.