Tribuna Expresso

Perfil

Diogo Faro

O delay de Renan, José Rodrigues dos Santos (?), Bruno não te aleijes e aquele abraço a Fábio Veríssimo (Diogo Faro)

Aqui está a análise aos jogadores do Sporting que saíram derrotados do Dragão num jogo que teve uma valente salganhada pelo meio. Diogo Faro, o nosso humorista de serviço, fez as piadas que se impunham - e até para a semana, que há Taça de Portugal, onde ele espera que Coates esteja fresquinho e descansado

Diogo Faro

MIGUEL RIOPA

Partilhar

RENAN RIBEIRO

Último jogo do campeonato e ele lembrou-se de fazer aquelas que foram, provavelmente, as melhores defesas do ano. É rato, não quer perder a titularidade para a próxima época, como é normal. Se bem que demonstrou reflexos muito lentos naquele lance da molhada do fim. Levou uma chapada de raspão no nariz, mas só quando todos os jogadores de ambas as equipas estavam já de banho tomado e a irem para casa é que se lembrou de se atirar para o chão em grande sofrimento facial.

ANDRÉ PINTO

Era injusto da minha parte se não reconhecesse a forma exímia como levou a cabo a sua principal função para esta noite. Foram 90 minutos em que, graças ao empenho dele, o Coates ficou em casa, esticado e relaxado no sofá, a descansar e a preparar-se para a final da Taça.

MATHIEU

Voltou ao seu modo Silas, do Código Da Vinci, com o cabelo descolorado e um ar tão assustador como assustado, e mostrou pela enésima vez o centralão que é. Fico contente por termos tido a personagem do livro original, e não alguma cópia fajuta que venha no Codex 632 do Rodrigues dos Santos. Não estou a dizer que o Zé copiou o Dan, não é isso. A sério. Não copiou nada. Que disparate. É pá, deixem-me.

BORJA

Num lance em que precisava mesmo de se sacrificar pela equipa, pensou: ora, este gajo ainda está a uns 40 metros da baliza, estou aqui eu, está ali ao lado o Mathieu para ajudar, e ainda está lá à frente o Renan. Por isso, dou-lhe só um toque no ombro para o desequilibrar e, no máximo, levo um amarelo. Pensou bem, com lógica. Mas pensou mal ao mesmo tempo, porque parece que a lógica não importa muito no futebol. Foi expulso e o sacrifício pela equipa foi muito maior do que justo. Um abraço ao Veríssimo.

BRUNO GASPAR

Tal e qual como no caso do André Pinto, não me ficaria bem implicar com o homem como de todas as outras vezes (vezes demais) em que jogou esta época, quando estava ali valentemente a permitir que o Ristovski descansasse (estava castigado, mas vamos fingir que não em prol da boa imagem do Gaspar). Dentro de campo, fez o que pôde, correu de um lado para o outro e lá ia tentando que de vez em quando os extremos do Porto não passassem por ele.

GUDELJ

Em determinada altura do jogo, apareceu um grande plano seu no qual se viam vários fios de sangue a escorrerem-lhe da cabeça para a testa. Tendo em conta o penteado que usa e as decisões que toma dentro de campo, não foi de certeza a coisa mais estranha que lhe passou pela cabeça.

PETROVIC

O meu jogador preferido do Sporting actual voltou à titularidade. Lá esteve ele, muito alto, muito narigudo e a dar mais porrada do que nunca. Para o ano só pode mesmo ser Petrovic e mais dez, ao nível dos dispensados do Sporting. Depois faço-vos a lista.

BRUNO FERNANDES

Para quê, Keizer? PARA QUÊ???? (odeio pessoas que usam mais do um ponto de interrogação seguido, mas preciso mesmo de enfatizar visualmente a minha indignação). Temos o jogo mais importante da época no próximo domingo, e este jogo não interessava para nada. Para quê pôr o nosso génio ali a levar porrada? Estive o jogo todo: Bruno, cuidado. Bruno, tu vê lá que ainda te aleijas. - parecia a mãe dele - Bruno, tu não remates com muita força que ainda fazes uma distensão. Bruno, cuidado a atravessar a estrada. Bruno, não aceites nada de desconhecidos. MUITO MENOS PROPOSTAS DE OUTROS CLUBES QUE TE QUEREM LEVAR PARA LONGE DE MIM! Desculpem. Deixei-me levar pelas emoções.

DIABY

Conseguiu falhar a bola quando esta lhe aterrou no colo, dentro da pequena área, e era só encostar. Conseguiu falhar vários passes. Conseguiu aparecer com um desenho capilar na nuca. Mas também conseguiu - quase que devíamos ter ido para a rua festejar - fazer um bom passe na jogada do golo.

ACUÑA

Então houve a maior porrada da época e o Acuña não espetou 7 cabeçadas, 5 uppercuts e 3 rotativos em cada jogador do Porto, enquanto lhes arrancava o cabelo à dentada? Estranho. Fico contente, por ser anti-violência e anti-o-Acuña-ser-expulso (essencialmente), mas acho estranho. Espero que ele esteja bem. Vai ser essencial na final da Taça.

LUIZ PHELLYPE

Está mais do que assegurado o lugar no plantel na próxima época. Estávamos a jogar com 10, o homem quase não saía do nosso meio-campo para ajudar a equipa a defender, principalmente porque o nosso expulso não foi - infelizmente - o Gudelj ou o Petrovic, e ainda teve força para fazer aquele sprint e, com muita classe, metê-la lá dentro.

WENDEL

Entrou aos 88 para o Bruno Fernandes descansar. Aos oitenta e oito. O jogo tem 90 e poucos minutos, caso não se lembrem. Keizer, nem vou comentar.

TIAGO ILORI

Excelente entrada para nos mostrar que para o ano os titulares vão sempre continuar a ser o Coates e o Mathieu.

BAS DOST

Entrou só para sentir o cheiro a relva e para o Porto se lembrar que ele existe. Existe, existe. E lá estará no Jamor.