Tribuna Expresso

Perfil

Diogo Faro

Diogo Faro lamenta que o departamento médico do Sporting não tenha detetado a Ilorisse aguda que Thierry parece ter contraído

Depois de ver o empate do Sporting frente ao Marítimo, Diogo Faro destaca ainda da exibição de Acuña o facto de não ter visto qualquer cartão amarelo e prevê ainda uma semana fortíssima de Borja na psicoterapia, para lidar com o facto de ter sido substituído por Diaby

Diogo Faro

HOMEM DE GOUVEIA/LUSA

Partilhar

RENAN RIBEIRO

Poucos dias depois de ouvir o presidente do seu país chamar “herói nacional” ao Carlos Ustra, famoso torturador da ditadura, sofreu um golo de um compatriota chamado Getterson. Não está fácil ser brasileiro.

MATHIEU

Se os seus olhos cuspissem lâminas, depois do golo do Marítimo o Thierry tinha ficado careca.

COATES

Acho que podemos ficar descansados quando o único golo que o Sporting marcou nos primeiros jogos oficiais foi assinado por um central.

THIERRY

Falha do departamento médico do Sporting ao não detectar, a tempo de dizer ao Keizer para não o pôr em campo, que o miúdo tinha contraído Ilorisse aguda. Claro que ficou óbvio para todos logo no início, mas tarde demais que a bola já lá estava dentro. As melhoras.

BORJA

Não fez um jogo brilhante, é certo. Mas parece-me um castigo demasiado duro ser substituído pelo Diaby. A próxima semana de treinos vai ser mais psicoterapia do que outra coisa qualquer.

EDUARDO

Bem sei que é sempre difícil ser assim atirado para o 11, mas não sei se não preferia que tivesse jogado o Battaglia, mesmo com o joelho ligado. Só não digo que preferia o Gudelj porque não gosto de exagerar.

BRUNO FERNANDES

Começa o campeonato a perder pontos, atrasando já as contas para ganhar o principal título da época. Por outro lado, foi considerado o “homem do jogo”, o prémio de consolação que mais ganhou na época passada, para também não ficar já assim tão triste por ainda estar no Sporting.

WENDEL

Apreciei sobremaneira o lance em que rasgou o Marítimo de uma ponta à outra do campo, como se fosse Gonçalves Zarco a rasgar o Atlântico até à Madeira. Mas se o navegador só desembarcou no dia seguinte a descobrir à ilha, também temos que esperar pelo jogo seguinte para ver se o Wendel faz mais qualquer coisinha.

ACUÑA

Sabemos que fez um jogo fraquinho quando o único destaque é não ter levado cartão amarelo.

LUIZ PHELYPPE

“Como assim, Keizer?”, foi a nossa reacção quando soubemos que o Luiz Phelyppe ia ser titular. Igualzinha à dele.

RAPHINHA

Apesar de não ter tido nenhuma jogada de encher o olho, teve uma tomada de decisão inteligentíssima. Aquela em que resolveu não tocar na bola para não estragar o lance e que deixou para o Bruno Fernandes cruzar para golo.

BAS DOST

Gosto que o Keizer desafie jogadores. Sabendo que seria sempre importante entrar no campeonato a ganhar, achou por bem dar 17 minutos de jogo ao Bas Dost para ver se resolvia. Estimulante. Agora é ir diminuindo o tempo para ser ainda mais útil.

DIABY

Surpreende-me é não ter resolvido o jogo. Apostei que ia ser melhor marcador do campeonato este ano e muito surpreendentemente ainda não marcou nenhum golo. Estou pasmado.

VIETTO

É pena ser domingo hoje, se não sempre dava para o rapaz ir beber umas ponchas e sair para o Vespas. Seria assim mais bem empregue o tempo passado no Funchal.