Tribuna Expresso

Perfil

Diogo Faro

Bruno, que está para Luiz Phellype como a mãe pássaro está para os passarinhos: vai buscar comida, mastiga e dá na boquinha (por Diogo Faro)

Diogo Faro viu o jogo com o Portimonense e confessa-se fascinado com o facto do Sporting ter mandado embora o outro Vietto e ter ido buscar este novo, que ainda por cima é fisicamente igual

Diogo Faro

Gualter Fatia/Getty

Partilhar

RENAN RIBEIRO

A alegria de voltar ao Algarve e só levar 1 golo em vez de 5, e ainda ganhar o jogo e passar para primeiro lugar. Está bom assim, não mexe mais. Até pode acabar já o campeonato.

MATHIEU

Gosto quando o Mathieu pensa assim. “Ficou 2-0 demasiado rápido e estes putos ainda deixam que isto lhes suba à cabeça”, e decidiu mandar o outro ao chão na grande área para criar dificuldades à equipa e para os colegas não se deixarem adormecer em sobranceria. Foi estratégico.

COATES

Tem estado seguro a defender, mas não marca nenhum golo há dois jogos. Começo a ficar preocupado.

THIERRY

Mais um bom jogo do miúdo. Pena aquela falta que fez 37 minutos antes do lance do penalty sobre o Luiz Phellype. Esperemos que a mesma falta já não conte no próximo jogo se houver um lance semelhante.

ACUÑA

Sou um grande fã da sua atitude em campo, da sua garra e determinação. Mas às vezes também não lhe fazia mal ter um bocado mais de calma, como no lançamento lateral em que lançou os braços mas a bola ficou no mesmo sítio, tal era a fúria de lançar a jogada. Com a força com que faz tudo ainda tive medo que deslocasse um ombro, a bacia ou a bancada lateral.

DOUMBIA

Está afoito o rapaz. Corta bolas, agarra o jogo e sai a jogar. Às vezes acha que tem mais pés do que tem realmente e quer ser o Maradona dos médios defensivos, e acaba por perder a bola num instante, mas até chegar ao mau nível do Gudelj ainda tem de perder meio milhão de bolas e não fazer nada de bom como tem feito.

BRUNO FERNANDES

Está para o Luiz Phellype como a mãe pássaro está para os passarinhos. Vai buscar a comida, mastiga e depois dá-lhe já à boca tudo prontinho e só tem de engolir. Se dizem que um avançado se alimenta de golos, se não fosse a mãe Bruno o Luizinho já está a depenar-se à fome. Mas como mãe que é mãe distribui por todos, o Raphinha ainda foi agraciado com aquele cruzamento lindíssimo que também já foi meia refeição preparada.

WENDEL

Bom jogo, mas mais discreto. Talvez preocupado com os fogos na Amazónia e com as barbaridades que o Bolsonaro diz, ou com os posts da Anitta, ou com a prisão de Hadad, ou com o MC Kevinho não lançar um funk manhoso há mais de uma semana.

LUIZ PHELYPPE

A classe de um imperador. A frieza de um espião. A falta de destreza mental de um deputado do CDS. O que importa é que, mesmo estando completamente sozinho a meio metro da baliza, não falhou.

RAPHINHA

Dar um nó a um defesa que quase o faz deslocar um joelho, e rematar com força e ao ângulo sem hipótese para nenhum guarda-redes do mundo? Raphinha faz. Receber um cruzamento largo, salta à ninja e meter a bola outra vez no ângulo? Raphinha consegue. Ficar isolado e só ter que desviar a bola um bocadinho do guarda-redes? Raphinha não tem vontade, dava muito trabalho.

VIETTO

Estou fascinado com o facto de o Sporting ter mandado o outro Vietto embora e ter ido buscar este. Curioso que fisicamente são iguais, é completamente surreal o nível de semelhança. Só que o outro parecia que não sabia o que era uma bola de futebol e este parece que só sabe distribuir magia com a bola nos pés. Incrível esta acção do Sporting. Esperemos que este agora tenha vindo para ficar.

EDUARDO

Entrou para levar porrada. E fê-lo muito bem.

BORJA

Excelente jogo de 2 minutos.