Tribuna Expresso

Perfil

Diogo Faro

Bruno Fernandes lança um livro de conselhos sobre frustrações, más escolhas e arrependimentos. Chama-se: “O que estou a aqui a fazer”

Diogo Faro entrega, assim, a ‘notícia’ do ano à Tribuna Expresso. Brevemente, numa livraria perto de si

Diogo Faro

Gualter Fatia

Partilhar

MAXIMIANO
O lado bom é que já pode dizer que na Taça de Portugal inteira deste ano só levou 2 golos.

ILORI
Neste caso, o lado bom para o Sporting é que não volta a jogar na Taça de Portugal. Só é mais chato porque nem joga ele, nem joga ninguém.

LUÍS NETO
É engraçado como o apelido dele é um parentesco familiar que, por este andar, vai ser cada vez menos associado ao Sporting.

ROSIER
Não foi uma estreia de sonho a assistir a um jogo da Taça de Portugal. Seria mais emocionante se tivesse apanhado um daqueles jogos “tomba-gigantes”, onde a equipa teoricamente mais fraca elimina a mais forte. Foi pena que o resultado tenha sido apenas o esperado.

BORJA
Tentou durante o tempo todo ser mais independente de jogar bem à bola, do que a Catalunha de Espanha. Fê-lo com sucesso e sem confrontos, até porque ninguém o tentou impedir.

EDUARDO
Lutar na Liga por um dos lugares de acesso à Europa, tentar ganhar a Taça de Portugal e a Taça da Liga. Tudo objectivos que o Eduardo tinha no Belenenses. Depois a vida correu-lhe mal e e este ano o melhor que lhe pode acontecer é ser convidado para uma banda de sertanejo para tocar ao vivo às sextas e sábados no Prazeres da Picanha.

DOUMBIA
Mais um jovem jogador que um dia poderá dizer aos netos que viveu o momento histórico em que, passados 70 anos, o Sporting voltou a ser eliminado da Taça por uma equipa da terceira divisão. Isto da História às vezes não importa se é um acontecimento trágico ou épico, o importante é participar. É um bocado a filosofia do Sporting para todas as competições esta época.

BRUNO FERNANDES
O próximo contrato que vai assinar é com a Leya ou a Porto Editora. Vai lançar um livro de auto-ajuda onde vai discorrer uma análise ao seu percurso de vida, e dar conselhos sobre como lidar com a frustração, as más escolhas na vida, o arrependimento, a dor e até a vontade de se auto-mutilar batendo com a cabeça repetidamente no poste de uma baliza. O livro vai chamar-se: “Porra, o que é eu estou aqui a fazer?”.

MIGUEL LUÍS
Tendo em conta que tem idade para se andar a manifestar em prol do ambiente, podia ser a Greta Thunberg do Sporting e organizar manifestações lá dentro para tentar salvar o mau ambiente que parece que vai mesmo destruir o clube, se não reduzirmos drasticamente o consumo de golos na nossa baliza, por exemplo, entre outras medidas importantes.

VIETTO
Excelente remate logo aos 5 minutos de jogo. E mesmo que eu quisesse escrever um livro sobre tudo o resto que fez no jogo, continuava a ser só essa primeira frase e o resto das páginas tinham de ir em branco.

JESÉ
Vai ficar com mais tempo para estar em estúdio a produzir o seu novo álbum de reggaeton e para as corridas tunning na Vasco da Gama. No jogo perdeu o Sporting, na vida perdemos todos.

LUIZ PHYLLIPE
Jogo extremamente inspirado do Luiz, onde até chegou mesmo a tocar na bola uma ou duas vezes. Agora é levantar a cabeça e já no próximo jogo tentar não tocar nem uma única vez.

BOULASIE E ACUÑA
Tiveram ambos uma entrada em jogo impressionante. Impressionante do ponto de vista de não alterado absolutamente nada.