Tribuna Expresso

Perfil

Diogo Faro

Com certeza que Bruno Fernandes dedicou o golo a Pizzi, pelo transtorno que lhe causou ao elogiá-lo no Instagram

Alerta ironia: Diogo Faro lembra que "toda a gente sabe que o futebol é para espalhar ódio, não amor e amizade", por isso, Bruno Fernandes, que marcou um golo ao Santa Clara, de penálti, "não tem que elogiar jogadores dos rivais, mesmo que sejam amigos".

Diogo Faro

EDUARDO COSTA/Lusa

Partilhar

Maximiano

Já se diz por aí que será o novo Rui Patrício. Gosto. Mas esperamos que saiba bater palmas melhor que ele, porque o Rui batia cotovelos e aquilo era sempre penoso de ver.

Ristovski

Na semana em que disse que ainda tinha ansiedade antes dos jogos por causa do que aconteceu em Alcochete, voltou a fazer um jogo muito decente que inclui uma assistência e tudo. Devia ir prestar testemunho ao tribunal todas as semanas que lhe faz bem. Para ele, deve ser como ir ao psicólogo.

Coates

Praticamente toda a energia que despendeu hoje foi a festejar golos e a indignar-se com o amarelo que levou por aquele lance em que o vento derrubou o rapaz do Santa Clara.

Mathieu

Limitou-se a cortar tudo o que tinha a cortar e a não deixar que os avançados do Santa Clara fizessem fosse o que fosse. Não marcou nenhum golo, nem sequer se dignou a assistir. Registo vergonhoso para um central.

Acuña

Mais calminho do que é seu apanágio. Estava claramente num daqueles 10% dos jogos em que não lhe apetece, ou percebe que não dá jeito à equipa, ser expulso.

Doumbia

Esteve o joguinho todo descansado, sem grande trabalho, sem razões para tremer. Até ver a placa com o seu número a ser levantada para sair e dar entrada ao regresso do Battaglia.

Wendel

A atacar não lhe vi grande coisa, se calhar porque estava muito vento e o bigode é aerodinâmico demais. Mas, para surpresa de todos, se calhar até do próprio, vi-o várias vezes a descer e a ajudar a defender. Já merece um queijo da ilha (gosto do de S. Jorge, mas prefiro o de S. Miguel, se vos posso ser honesto em relação a queijos, nesta crónica futebolística) como prémio de jogo.

Bruno Fernandes

Um golo e uma assistência. O costume. Mas no golo, a SPORTTV não quis mostrar a quem é que ele o estava a dedicar. Foi com certeza ao Pizzi, pelo transtorno que lhe causou ao elogiá-lo no Instagram pelo jogo que fez neste fim-de-semana. Toda a gente sabe que o futebol é para espalhar ódio, não amor e amizade. Por isso, não tem que elogiar jogadores dos rivais, mesmo que sejam amigos.

Bolasie

Teve várias oportunidades claras de golo, bastante fáceis até, e numa delas chegou inclusive a preferir tentar fazer um buraco na relva com a bola – à custa de uma cabeçada. Quando já ninguém augurava nada de bom para o seu jogo, resolve marcar um golo com a nuca e mais tarde finta uns 57 e ganha penálti. Tendo em conta que namoro com uma psiquiatra, se ela resolve analisar os meus sentimentos pelo Bolasie, é possível que me diagnostique como bipolar.

Luiz Phellype

Dois golinhos, Luiz? Acho óptimo, atenção. Mas se é para no próximo jogo voltares a falhar 14 remates, não sei se não era melhor teres estado sossegado. Vamos dar a benesse da dúvida que a ganhaste neste jogo com mérito.

Battaglia

Por amor de deus (um qualquer que te sirva), tu tem-me cuidado com esses joelhos.

Eduardo

Um pézinho de dança ao vento açoriano para dar o ar da sua graça.