Tribuna Expresso

Perfil

Diogo Faro

As crianças são o melhor do mundo e Diogo Faro tem provas irrefutáveis disso: chamam-se Daniel Bragança e Tiago Tomás

O Sporting venceu o Gil Vicente, com uma reviravolta por 3-1, e Diogo Faro, na sua análise humorística, diz que esta "tal como é apanágio do campeonato português, foi uma exibição futebolística de alto gabarito"

Diogo Faro

Carlos Rodrigues

Partilhar

ADÁN

É verdade que ainda levou um golo, mas durante quase todo o jogo teve o privilégio de estar apenas a assistir a este espectáculo do desporto rei. É que, tal como é apanágio do campeonato português, foi uma exibição futebolística de alto gabarito. Ainda por cima a uma quarta-feira? Ui, até cheirou a Liga dos Campeões.

COATES

Gosto sempre do ar que faz depois de varrer pernas a adversários. Aquele ar de quem, em pouco mais que um franzir de sobrancelhas, diz aos colegas tanto como “vocês compreendam que eu não queria fazer isto, as vossas falhas é que me obrigam a ter que ser assim, mas não se preocupem que eu também estou cá é para isso”.

FEDDAL

Sentiu-se extremamente injustiçado, e com razão, naquele lance em que só tocou bola e levou amarelo. De resto, acho que de relevante só aquele remate que acertaria na senhora do leão de peluche às costas, naqueles tempos de boa memória de pré-covid.

LUÍS NETO

Há noites em que sonho com o Mathieu. Não de forma erótica, por acaso, porque às tantas podia ser. Já estou por tudo. E desconfio que vai ser uma destas noites.

PEDRO PORRO

Bem se esforçou por marcar. Rematou à entrada da área, rematou ali a meio do meio campo, rematou atrás do meio campo. E nada. Foi pena não ter dito oportunidade de rematar logo de um pontapé de baliza. Se calhar dali é que era.

MATHEUS NUNES

É bom jogador, não é isso que está em causa. Mas é em jogos destes que me lembro mais que até há pouco tempo o número 8 era do Bruno Fernandes.

NUNO MENDES

Bom jogo, para variar um bocadinho. Mas não tão bom como foi sentir a alegria dos comentadores quando finalmente puderam dizer: “uma talocha do Talocha”, que me encheu o coração. É que desde o início do jogo que estavam mortinhos para fazer este trocadilho. Que alívio terem conseguido aso 78. Fiquei feliz por eles.

PEDRO GONÇALVES

Parecia-me apagado, triste, cabisbaixo, como se o mundo estivesse a acabar porque as democracias estão a falir e a emergência climática está a caminho de destruir a vida humana no planeta. Mas, de repente, fechou o jogo com um lindo golo. Dedicou-o à Greta Thunberg.

NUNO SANTOS

Em boa verdade, foi ele que deu a volta ao jogo. Primeiro, a assistir para o golo do empate. A seguir, foi defender à nossa área e aliviou a bola com um “sobe, Algés!” cuja jogada culminou no golo da reviravolta. Não contente, ainda voltou a assistir o Pote no último golo. Bom descanso, campeão. Mereces tudo.

JOVANE CABRAL

Quando for assim, se calhar mais vale dizer que está com sintomas de covid e fica a descansar em casa. Eu gosto muito dele, atenção, mas é quando lhe apetece jogar.

PALHINHA

Deixo o desafio: no próximo jogo, entrar em campo logo com um amarelo. Não sei bem como, mas falando com o árbitro deve dar. Escusa de ficar aquele minuto e pouco à espera, tendo que fazer uma falta que pode sempre ser chato se magoar alguém.

SPORAR

Aí está ele! E não é que ainda sabe marcar golos e tudo? Não tentou de bicicleta, nem de calcanhar, e de maneira simples lá a encostou às redes. Às tantas também é capaz de ajudar se estiver mais minutos em campo, que isto de só jogar 15 por jogo também dificulta a eficácia, parecendo que não.

TIAGO TOMÁS E DANIEL BRAGANÇA

Não percebo as pessoas que refutam quem diz que as crianças são o melhor do mundo. Pelo menos do mundo do Sporting são.

Chamaram, Alvalade? Querem uma reviravolta made in Alcochete? Sai já

Passe de Daniel Bragança, finalização precisa de Tiago Tomás e os meninos a consumarem uma reviravolta louca em dois minutos, que quase fizeram esquecer os soporíferos 81 minutos anteriores. Lucas Mineiro ainda colocou o Gil Vicente em vantagem à qual o Sporting parecia não conseguir reagir. Mas no futebol, tudo muda num ápice, e golos de Sporar e Pote completaram a vitória dos leões por 3-1 que os coloca isolados (e invictos) no segundo lugar do campeonato