Tribuna Expresso

Perfil

Diogo Faro
Diogo Faro

Diogo Faro

Cronista da Tribuna Expresso

Diogo Faro quer destacar a estreia (outra vez) de João Pereira pelo Sporting: 20 segundos em campo, um cartão amarelo. Que saudades

O Sporting venceu na Madeira, por 2-0, e Diogo Faro não poderia estar mais feliz: "2021 é o ano em que o Sporting não só tem vários centrais bons, como tem este puto da formação que faz assistências para golo a rasgar o campo todo. What a time to be alive!"

Diogo Faro

HOMEM DE GOUVEIA

Partilhar

ADÁN

Felizmente o árbitro Hugo Miguel foi benevolente. Aquela entrada sobre o Palhinha podia bem ter-lhe valido o chamado cartão amarelo/alaranjado. Sendo assim, fica só a dever uma massagem sensual ao colega para compensar.

COATES

Seguro, perentório, implacável, aquele a quem todos obedecem na equipa. Quem me dera que há um mês me tivesse dito: “Não vais nada à passagem de ano, fica sossegado, seu burro!”.

GONÇALO INÁCIO

2021 é o ano em que o Sporting não só tem vários centrais bons, como tem este puto da formação que faz assistências para golo a rasgar o campo todo. What a time to be alive!

FEDDAL

Com ele não há hesitações. Quando é para bater é para bater, quando é para pressionar é para pressionar, quando é para aliviar a bola é para a mandar até Portugal continental.

PORRO

Tem mais vontade de marcar golos do que aquelas pessoas têm de arranjar esquemas para furar filas para a vacina da covid-19. Estou a exagerar, elas têm mesmo imensa. Mas ele também tem muita na mesma.

ANTUNES

Muita gente ao olhar para Antunes sem o conhecer poderia dizer: “Este rapaz irlandês com esta idade tem mesmo ar de não fazer mais nada na vida para além de estar num pub a beber Guiness a cantar o 'Come on Eileen'". Mas estariam enganados. Continua a ser um bom lateral, o que, de facto, não invalida a primeira premissa.

MATHEUS NUNES

Não sei se é dos meus olhos, mas dá-me ideia que ele está a jogar cada vez melhor. Já achava isso há uns quantos jogos, mas depois do golo contra o Benfica acho que ele hoje podia jogar ali no meio-campo ao ritmo de um Farnerud, que eu ia achar que estava a jogar bem na mesma.

PALHINHA

Levou porrada do próprio guarda-redes, depois levou com um ombro pelos queixos (não, não foi penálti), e não se vingou nem de um, nem de outro. Não é grande coisa para ser louvada, na verdade, porque se o tivesse feito é que era ridículo. Mas eu só tenho elogios para este homem.

NUNO SANTOS

Combina tão bem dentro de campo com o Antunes, como com o Nuno Mendes. Já fora de campo, parece-me que combina com calças de veludo e camisolas de gola alta.

PEDRO GONÇALVES

Nos comentários televisivos, nos grupos de Whatsapp, ou nas redes sociais, eu sei que se deu destaque ao facto de este pequeno génio ter marcado mais dois golos. Mas, por favor – a sério, por favor – vejam várias vezes a forma como ele toca a bola para deixar o guarda-redes pregado ao chão no primeiro golo. De nada.

PAULINHO

Trocámos o Paulinho pelo Sporar, e não me sinto muito bem a fazer comparações, para vos ser sincero. Um pouco como estar a comparar a nova namorada com a ex. É indelicado. “Ai, mas realmente tem melhores pés”, “Mexe-se mais… é mais arisco…”, “Parece que faz tudo com mais vontade, não é…?”. Não me fica bem, mas pronto, já disse.

TIAGO TOMÁS

Optou por se sentar no banco para dar hipótese ao Paulinho de se mostrar, só entrando já mais para o fim. Atitude altruísta do miúdo.

JOÃO PEREIRA

20 segundos em campo, um cartão amarelo. Que saudades.

DANIEL BRAGANÇA

Bem sei que só joga para aí 3 minutos por jogo, mas joga sempre bem.

TABATA

Boa receção de bola naquele lance. Mas no segundo a seguir disse logo para mim próprio, “se calhar não foi assim tão boa”. E tanto não foi que mesmo estando isolado perdeu todo o tempo de jogo e não marcou o terceiro.

Onde vai o líder não vai mais ninguém

Numa deslocação à Madeira tradicionalmente difícil, o Sporting dominou tranquilamente o Marítimo, venceu por 2-0 e cimentou a liderança da Liga portuguesa, ganhando pontos ao FC Porto e ao Benfica, no final da 1.ª volta da prova