Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Diogo Faro

Diogo Faro não odeia a França, mas não entende porque é que o Arco do Triunfo em Paris ainda não foi substituído por uma estátua do Éder

Este é mais um texto da rubrica Most Hated Player, com que a Tribuna Expresso vai visar os adversários de Portugal no Euro 2020. Mas Diogo Faro gosta tanto da França, que decidiu deixar de lado os maus sentimentos, ainda que ganhar (ou empatar) com os gauleses seja melhor que champanhe e ostras

Diogo Faro

Alex Livesey - UEFA

Partilhar

Calhou-me o último “The Most Hated Player” da fase de grupos aqui na Tribuna, e logo contra a França. Bom, para começar, “hated” parece-me demasiado forte. Claro que estamos aqui a assumir a hipérbole do sentimento, mas devo-vos já confessar que não nutro, de todo, da animosidade geral que os portugueses nutrem pela França. Muito menos ódio, que eu sei que se verifica em muitos casos.

Calma, não comecem já aí a tentar fechar a página sem ler o resto da crónica. É verdade que eu adoro França enquanto país, mas não é menos verdade que eu adorava que Portugal ganhasse à França por, pelo menos, 5-0. Ou que perca sempre 5-0, mesmo quando não é contra Portugal, claro. Trata-se de distinguir as coisas.

Artigo Exclusivo para assinantes

No Expresso valorizamos o jornalismo livre e independente

Já é assinante?
Comprou o Expresso? Insira o código presente na Revista E para continuar a ler