Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Diogo Faro

Feddal foi o único central que não marcou ou assistiu frente ao Besiktas por isso Diogo Faro exige que marque um hat-trick no segundo jogo

É o mínimo. O humorista assistiu com alegria à vitória do Sporting frente ao Besiktas na Liga dos Campeões, onde viu Matheus Reis bastante útil a servir de banquinho, daqueles que a sua avó usa para chegar às prateleiras mais altas, no único golo dos turcos

Diogo Faro

Aziz Karimov/Getty

Partilhar

ADÁN

Sou completamente a favor do VAR, principalmente quando é para repor a verdade desportiva a favor do Sporting. Mas aquele golo do Alex Teixeira, não sendo anulado, era histórico. Passei-me com aquilo. Fiquei aliviado quando foi anulado. Mas passei-me. Não finjam que também não se passaram, que não são menos do Sporting por causa disso.

INÁCIO

"Se é o pai que ensina o filho a pescar, um dia o filho dará o peixe à boca do pai".

Este é velho ditado chinês que eu acabei de inventar, e que se aplica muito bem à assistência do Inácio para o golo do Coates.

FEDDAL

O único central que não marcou, nem assistiu. Não é isto que esperamos de um central do Sporting, por isso exigimos que marque um hat-trick na segunda mão contra o Besiktas. Caso não consiga, está tudo bem também porque somos um clube de amor e compreensão, e eu estava só a tentar fingir que não, e que estava a arreliado com ele.

COATES

Coisas que me dão alegrias em dias mais chatos como o que estava a ter ontem: beber cerveja com amigos, ver o Sporting ganhar, o Coates marcar um golo, o Coates marcar mais do que um golo. Aconteceu tudo e eu adormeci feliz

Artigo Exclusivo para assinantes

No Expresso valorizamos o jornalismo livre e independente

Já é assinante?
Comprou o Expresso? Insira o código presente na Revista E para continuar a ler