Tribuna Expresso

Perfil

Entrevistas Tribuna

Dier, um inglês que vai torcer por Portugal: “Tem ali um jogador que resolve tudo, 'né? Ronaldo é um dos melhores de sempre”

Eric Dier é internacional inglês, sim, mas passou praticamente toda a juventude em Portugal, no Sporting, e é por isso que domingo, na final da Liga das Nações, vai estar a torcer pela seleção, diz à Tribuna Expresso

Mariana Cabral

Tim Goode - PA Images

Partilhar

Depois de não ter sido utiizado na meia-final da Liga das Nações, Eric Dier passou pela zona mista do estádio D. Afonso Henriques cabisbaixo e de passo apressado em direção ao autocarro da seleção inglesa. Mas, quando ouviu português, parou - e sorriu.

Ainda falas em português, certo?
Falo, falo.

O jogo hoje não foi nada bom, obviamente.
Obviamente não era o que queríamos. Acho que entrámos bem no jogo, conseguimos marcar o golo, mas a partir daí foi difícil manter. A Holanda pegou no jogo e causou-nos muitas dificuldades. Conseguiram marcar o golo do empate e depois ficaram em vantagem. Acho que foram a melhor equipa.

Também sofrem dois golos depois de erros individuais na construção.
Sim, é verdade, mas sobre isso prefiro não falar, não é?

Digo isto no sentido em que a coragem para construir desde trás às vezes tem destas coisas.
Sim, é claro. Nós gostamos de fazer isso. Se uma equipa quer jogar desde trás, pá, vai sempre correr o risco de perder a bola. Nós todos sabemos disso.

E gostas disso?
Sim, gosto muito disso. É isso que o treinador quer aqui e acho que ele próprio sabe perfeitamente que às vezes vamos correr o risco de ter problemas, mas na maioria das vezes tiramos vantagens disso, é algo que nos ajuda.

Steve Bardens - UEFA

Tens falado com os portugueses?
Não, por acaso não.

Agora vocês não vão à final...
É uma pena, gostava muito de jogar contra eles no domingo, mas não vai ser assim. De qualquer modo desejo-lhes a maior sorte.

Viste o Portugal-Suíça?
Vi. Achei um bom jogo, mas é claro que Portugal tem ali um jogador que resolve tudo, 'né? Cristiano Ronaldo é um dos melhores de sempre. Só há dois jogadores no mundo que conseguem fazer as coisas que ele faz, ele é um deles. É um jogador incrível. Mas Portugal tem uma equipa muito boa também, com jovens jogadores muito bons, portanto acho que a seleção portuguesa vai estar muito bem por muitos anos.

Foi um final de época duro para ti, aqui e na final da Champions perdida pelo Tottenham.
Sem dúvida. Nunca é bom para um jogador perder e perder uma final da Champions foi muito difícil. Ainda é difícil. Mas o futebol continua e a vida continua. E é isso.