Tribuna Expresso

Perfil

Entrevistas Tribuna

Oito perguntas WhatsApp a Rafael Camacho: “Estou a aproveitar para ler a Bíblia, é bom ter Deus em primeiro lugar”

Em isolamento e sem treinar no clube, o jovem jogador do Sporting esclareceu algumas dúvidas que se levantam em momentos assim: como manter a forma, o que comer e o que fazer. As respostas chegam via mensagem de voz, por WhatsApp, pois as normas da DGS são para cumprir e o contacto social está limitado. “Temos de estar tranquilos, manter a calma e fazer o que nos é pedido”, diz

Pedro Candeias

Quality Sport Images

Partilhar

Estás preparado para a quarentena?
Estou preparado e espero que todas as pessoas também estejam. É preciso disciplina. É o melhor para todos nós. Em relação à comida, felizmente, os meus pais, que são quem faz as compras aqui em casa, foram a tempo e fizeram grandes compras. Não nos falta nada e, quando acaba, mandamos vir e deixo aqui uma recomendação: encomendem online e deixem os nossos heróis, que são os médicos, a trabalhar.

Que indicações te deu o Sporting?
Tenho que, dentro dos padrões indicados pelo clube, comer o que me é dito, para continuar num bom andamento. E também tenho um miniginásio aqui em casa. Tenho tapete, bicicleta, alguns pesos e outro tipos de coisas que posso usar no jardim. E, sim, também faço treino com bola. Por outro lado, o Sporting deu-nos um plano de trabalho, vídeos e tenho tudo o que preciso para rever os meus jogos e perceber o que tenho de melhorar individualmente e coletivamente também.

Não tens medo de engordar?
Não, não tenho medo de engordar, sou uma pessoa que não engorda. Mas, ainda assim, tenho tido o cuidado de manter a dieta que sempre tive e comer aquilo que comia quando treinava na Academia. Não estou lá a fazer sessões, mas treino todos os dias aqui em casa. Sei que não irei engordar.

Com tanto tempo retido em casa, irás procurar ajuda de um psicólogo?
Não tenho qualquer intenção de procurar um psicólogo. Sou uma pessoa mentalmente muito forte, sei que esta situação vai passar. Temos de estar tranquilos, manter a calma e fazer o que nos é pedido.

Como é ficar em casa tanto tempo?
Por norma, sou caseiro. Felizmente, tenho espaço em casa para fazer exercício e apanhar ar. Estou determinado em seguir todas as recomendações da DGS, porque o valor da vida humana sobrepõe-se a quaisquer necessidades individuais. É importante ficar em casa, não sair.

Que séries e livros tens visto e lido?
Tenho visto séries novas que saíram na Netflix, agora que tenho um bocado mais de tempo por não haver treinos. Quais? A “Elite” e estou à espera que saia a nova temporada de “A Casa de Papel”. Em relação aos livros, acabei de ler “O Alquimista” e estou também a ler a Bíblia. É sempre bom ter Deus em primeiro lugar.

E como te divertes?
[Risos] Sim, temos de nos divertir um bocado, sobretudo eu, que sou jovem. Tenho tido tempo para jogar PlayStation e não só. Às vezes, jogo online o Fortnite, com os meus primos, e NBA, com alguns colegas meus da seleção. Como é óbvio, sou sempre eu que ganho [riso].

Tens estado em contacto com os ex-colegas do Liverpool?
Tenho falado com alguns dos jovens do Liverpool, mas também com outros da equipa principal, principalmente os que falam português, como o Fabinho, o Firmino, o Allison. Mas também com o Sadio Mané. Têm-me dado conselhos, porque têm visto alguns dos meus jogos no Sporting.