Euro 2016

Perfil

Estrelas

Thomas Müller

O médio que é extremo que é avançado

Partilhar

Foto Matthias Hangst

É um dos avançados mais mediáticos da atualidade. Thomas Muller pode jogar como ponta-de-lança numa posição mais fixa ou mesmo como segundo avançado, como acontece com frequência no Bayern Munique. Além disso também é uma (boa) opção para atuar como extremo, preferencialmente no lado direito e, quando o faz, habitualmente tira partido da boa capacidade técnica para se livrar dos defesas antes de efetuar cruzamentos “venenosos” para os adversários.

Como se isso não bastasse, é veloz nas transições e dessa forma consegue desbloquear alguns jogos mais complicados. Pressiona os defesas e é ainda uma preciosa ajuda para a equipa em tarefas defensivas. Em resumo: um jogador completo. Produto das escolas do Bayern, foi lançado pelo técnico holandês Louis Van Gaal na equipa principal dos bávaros. Tem sido peça-chave nos troféus que a equipa tem ganho, quer nas provas de “consumo” doméstico, quer na Europa do futebol. Desde 2009, e com exceção à época 2011/2012, marcou sempre pelo menos 19 golos em jogos oficiais em cada temporada. Em 2015/2016 alcançou o melhor registo da carreira: 49 jogos e 32 golos apontados. É uma prova de que está cada vez mais maduro e dá todas as garantias aos treinadores que têm apostado nele.

O currículo de Muller é impressionante: cinco campeonatos da Bundesliga, quatro Taças da Alemanha, duas Supertaças alemãs, um Mundial de Clubes, uma Supertaça Europeia, uma Liga dos Campeões e um Campeonato do Mundo pela Alemanha (em 2014).

Pela seleção alemã, além do Mundial do Brasil, destacou-se pelo registo no Campeonato da África do Sul em 2010, onde foi o melhor marcador com cinco golos em seis jogos, tendo sido eleito o melhor jogador jovem dessa competição. Muller já leva dez golos em Campeonatos do Mundo e caminho a passos largos para fazer ainda mais histórias. Aliás, só mesmo o compatriota Miroslav Klose e o peruano Teofilo Cubillas conseguiram o mesmo que Muller: marcar cinco golos em dois Mundiais diferentes.