Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Euro 2020 - descrição

Euro 2020 - descrição

Euro 2020

Guia do Euro 2020: Bélgica

O perfil da seleção da Bélgica (grupo B): como chegou ao Euro 2020, como joga e quem são os jogadores mais importantes

Tiago Teixeira

BRUNO FAHY

Partilhar

BÉLGICA

Melhor marcador no apuramento: Romelu Lukaku (7)
Melhor desempenho em Europeus: finalista vencido (1980)
Euro 2016: quartos-de-final, perdeu frente ao País de Gales
Jogos no Euro 2020 (grupo B): Rússia (12 de junho); Dinamarca (17 de junho); Finlândia (21 de junho)

Depois de alcançar o pódio no Mundial de 2018 - bateu a Inglaterra no jogo de atribuição do terceiro e quarto lugar -, a Bélgica de Roberto Martínez chega ao Europeu com a ideia de jogo que a tem caracterizado: futebol de posse, apoiado, e com individualidades com muita qualidade técnica.

Organizados no habitual 3-4-2-1, os belgas conseguem explorar muito bem os três corredores e serem competentes tanto em ataque posicional como em transição. Vergonthen surge como uma das figuras na primeira fase de construção; Witsel, Tielemans e Dendoncker como principais candidatos aos dois lugares do duplo pivô. A largura ficará entregue à velocidade e desequilíbrio de jogadores como Carrasco, Thorgan Hazard, Chadli, Munier e Castagne (Roberto Martínez altera consoante o adversário).

Na frente, destaca-se a qualidade técnica e criatividade de De Bruyne e Mertens, posicionados no espaço entre linhas; e Lukaku – fortíssimo a segurar a bola de costas e a atacar a profundidade. Há ainda nomes como Eden Hazard e Trossard, que poderão ser mais-valias vindas do banco de suplentes.

JOGADOR CHAVE

Matt McNulty - Manchester City

Kevin De Bruyne. 29 anos. O médio do Manchester City é a grande figura da seleção belga em termos de criação e o principal responsável por servir as zonas de finalização. Deverá aparecer no espaço entre os médios e defesas adversários, e será, certamente, uma das principais ameaças à organização defensiva das seleções adversárias, dada a sua qualidade técnica – fortíssimo no remate e no último passe, e a sua visão de jogo.

JOGADOR A SEGUIR

Soccrates Images

Jeremy Doku, 19 anos. O extremo do Rennes, que terminou a época com 4 golos e 8 assistências, ainda não chegou às 10 internacionalizações, mas já demonstrou o que pode acrescentar na seleção: muita irreverência (gosta de ir para cima dos adversários e provocar situações de 1x1), velocidade e qualidade técnica. Não parte como uma das principais opções mas pode mexer com o jogo vindo do banco de suplentes.

11 provável