Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Euro 2020 - descrição

Euro 2020 - descrição

Euro 2020

Guia do Euro 2020: Eslováquia

O perfil da seleção da Eslováquia (grupo E): como chegou ao Euro 2020, como joga e quem são os jogadores mais importantes

Tiago Teixeira

David Fitzgerald

Partilhar

ESLOVÁQUIA

Melhor marcador no apuramento: Róbert Boženík, Marek Hamšík, Juraj Kucka (3)
Melhor desempenho em Europeus: oitavos-de-final (2016)
Euro 2016: oitavos-de-final, eliminados pela Alemanha
Jogos no Euro 2020 (grupo E): Polónia (14 de junho); Suécia (18 de junho); Espanha (23 de junho)

Depois de falharem a presença no Mundial de 2018, a Eslováquia, agora orientada por Stefan Tarkovic (assumiu o cargo em dezembro de 2020, a meio do playoff), conseguiu a qualificação para o Europeu depois de eliminar República da Irlanda (meias-finais) e a Irlanda do Norte (final) no playoff de apuramento.

Organizados em 4-2-3-1 ou 4-3-3, a Eslováquia tem na defesa uma das suas principais figuras. Skriniar é o patrão da linha defensiva, e certamente um dos que mais trabalho terá ao longo do torneio. Do meio campo para a frente, a seleção eslovaca conta com alguns nomes que podem oferecer qualidade ao processo ofensivo, tais como: Lobtoka – médio defensivo com qualidade a resistir à pressão, Kucka – aparece bem em zonas de finalização; Duda – médio criativo e com muita qualidade técnica, e Weiss – oferece velocidade e desequilíbrio individual. Há ainda o experiente Hamsik, que pode oferecer muita qualidade em zonas de finalização.

Na frente, a seleção eslovaca tem revelado alguns problemas, dada a falta de um ponta de lança que garanta mais qualidade em zonas de finalização. Michal Duris deverá ser o escolhido, mas vem de uma época muito pouco conseguida, onde apenas apontou dois golos.

JOGADOR CHAVE

Christian Hofer

Milan Skriniar, 26 anos. O central do Inter é o líder da defesa eslovaca. Fortíssimo fisicamente (1.88 de altura), Skriniar destaca-se pelo jogo aéreo (pode ser muito importante nas bolas paradas ofensivas) e pela capacidade nos duelos defensivos e no controlo da profundidade.

JOGADOR A SEGUIR

Tomas Suslov, 18 anos. O médio-ofensivo/extremo do Groningen começa agora a dar os primeiros passos na seleção mas já se percebeu o que pode trazer de bom. Destaca-se pela irreverência, qualidade técnica e velocidade. Não deverá fazer parte das escolhas iniciais, mas pode mexer com o jogo quando for chamado a dar o seu contributo.

11 provável