Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Euro 2020 - descrição

Euro 2020 - descrição

Euro 2020

Guia do Euro 2020: Rússia

O perfil da seleção da Rússia (grupo B): como chegou ao Euro 2020, como joga e quem são os jogadores mais importantes

Tiago Teixeira

Dmitry Feoktistov

Partilhar

RÚSSIA

Melhor marcador no apuramento: Artem Dzyuba (9)
Melhor desempenho em Europeus: vencedores (1960, como URSS), meias-finais (2008)
Euro 2016: fase de grupos
Jogos no Euro 2020 (grupo B): Bélgica (12 de junho); Finlândia (16 de junho); Dinamarca (21 de junho)

Depois de alcançarem os quartos-de-final no Mundial de 2018 – perderam com a Croácia no desempate por penáltis, a Rússia de Stanislav Cherchesov chega ao Euro 2020 sem grandes alterações no que diz respeito à sua ideia de jogo.

Organizados em 4-2-3-1 (a alternativa é o 3-4-2-1), muito do que a Rússia for capaz de fazer em zonas de construção e criação, passará pelos pés de jogadores como Golovin - médio com qualidade técnica, capacidade para sair em condução e com chegada a zonas de finalização, e Miranchuk - qualidade técnica ao nível do passe, visão de jogo e criatividade. O lateral direito, Mário Fernandes, também pode desequilibrar aparecendo em velocidade desde trás.

A Rússia tem alguns momentos de construção apoiada, mas o jogo direto (e consequente ganho da segunda bola) para Dzyuba – dado o seu poderio físico ganha muitas primeiras bolas, será sempre uma dinâmica muita utilizada para progredirem. No último terço, os cruzamentos serão uma arma perigosa, novamente com o nome de Dzyuba em evidência, dada a sua qualidade neste tipo de situações.

JOGADOR CHAVE

Artem Dzyuba, 32 anos. O gigante ponta-de-lança do Zenit, que terminou a época com 22 golos e 9 assistências em 34 jogos, é a grande ameaça russa às balizas adversárias. Dono de uma envergadura física impressionante (1.96 de altura), Dzyuba destaca-se acima de tudo pelo que oferece em zonas de finalização, onde além da agressividade com que ataca a bola, revela qualidade na finalização. É também fundamental a segurar a bola após passes mais longos e diretos.

JOGADOR A SEGUIR

Yegor Aleyev

Denis Makarov, 23 anos. O extremo do Rubin Kazan, que terminou a época com 9 golos marcados, é sinónimo de qualidade técnica e irreverência. Mais confortável a jogar da direita para o meio (diagonais de fora para dentro), Makarov poderá acrescentar criatividade e qualidade no 1x1 ofensivo no último terço, dando desequilíbrio individual ao ataque da seleção russa. É também uma mais-valia quando aparece em zonas de finalização.

11 provável