Tribuna Expresso

Perfil

Euro 2020 - descrição

Euro 2020 - descrição

Euro 2020

Meias-finais e final do Euro 2020 com mais adeptos nas bancadas

Inglaterra já não vai levantar todas as restrições, como tinha planeado, mas não deixa os eventos desportivos serem afetados por isso. Muito pelo contrário

Rita Meireles

Anadolu Agency

Partilhar

O primeiro jogo para o Euro 2020 disputado no Estádio de Wembley, em Londres, colocou frente a frente as seleções de Inglaterra e Croácia e contou com cerca de 18 mil adeptos nas bancadas, sendo que havia 25 mil lugares disponíveis, à semelhança do que tem acontecido na maioria das cidades da prova, em que a capacidade dos estádios está a ser reduzida para entre os 15% e 20%.

Mas de acordo com as recentes declarações do primeiro-ministro inglês Boris Johnson, este não vai ser o cenário até ao final da competição.

Ao mesmo tempo que Boris Johnson anuncia um atraso em quatro semanas da data em que o país levanta as últimas restrições implementadas durante a pandemia, anuncia também que diversos eventos desportivos, considerados “eventos piloto” após a vacinação da população, vão duplicar o número de espetadores ou, em alguns casos, ter 100% dos lugares disponíveis.

As meias-finais e final do Euro 2020 entram nas contas do primeiro-ministro. O Estádio de Wembley passa agora a ter 50% dos lugares disponíveis para receber adeptos - cerca de 45 mil lugares. Os adeptos vacinados poderão adquirir bilhetes, assim como os não vacinados que tenham um teste negativo.

Além do Euro 2020, também o torneio de Wimbledon, cancelado no ano passado, terá disponíveis 50% dos lugares, sendo que as finais terão mesmo a capacidade total do recinto disponível. Outro dos eventos é o Grande Prémio da Grã-Bretanha, em Fórmula 1. Os responsáveis pelo circuito de Silverstone estão ainda em conversações com o governo para receberem 100% da capacidade do espaço.