Tribuna Expresso

Perfil

Euro 2020 - descrição

Euro 2020 - descrição

Euro 2020

Polícia desativa bomba encontrada num carro a poucos quilómetros do estádio do Itália-Suíça

Carro armadilhado é de vereador da Câmara

Tribuna Expresso

O Estádio Olímpico de Roma, durante a cerimónia de abertura do Euro 2020, a 11 de junho

Insidefoto

Partilhar

A poucas horas do pontapé da saída do Itália-Suíça, a polícia italiana recebeu um alerta de bomba junto ao Estádio Olímpico, em Roma, palco do jogo. De acordo com o “Corriere dello Sport”, um carro armadilhado com uma bomba artesanal tinha sido estacionado a poucos quilómetros do estádio. Entretanto, as autoridades já desativaram o dispositivo.

Segundo a imprensa italiana, o alerta foi dado pelas 17h40 (menos uma hora em Portugal Continental), quando na sede da Polícia de Roma foi recebido um telefonema que avisava para a presença de um carro com cabos na rua Tito Spiri.

Através do Twitter, a presidente da Câmara de Roma esclareceu que o carro em causa pertence a Marco Doria, um membro do executivo autarquico. “É um acontecimento muito grave, expresso a minha solidariedade”, escreveu Virginia Raggi.

Doria é responsável pela pasta dos parques e centro histórico de Roma. Esta não é a primeira vez que o vereador é alvo de ataques. Ao jornal “La Reppublica” disse no ano passado que nos últimos dois anos as ameaças têm sido constantes e que tem descoberto que muitas pessoas não gostam do seu trabalho. “[A tutela] estava num estado de negligência, havia demasiadas irregularidades, mostrei isso às pessoas e então o meu pesadelo começou. Algumas pessoas não gostam do meu trabalho.”