Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Euro 2020 - descrição

Euro 2020 - descrição

Euro 2020

UEFA entrega o Prémio Presidente aos “verdadeiros heróis do Euro 2020”: quem salvou a vida a Christian Eriksen

A rápida atuação da equipa médica e do capitão da seleção da Dinamarca foi o que salvou a vida a Christian Eriksen, durante o Euro 2020. Desde esse momento, eles já eram os verdadeiros vencedores da prova, mas a UEFA não se esqueceu e decidiu, agora, homenageá-los

Rita Meireles

Lars Ronbog

Partilhar

A UEFA anunciou, esta terça-feira, quem serão os homenageados com o Prémio Presidente: a equipa médica que salvou a vida de Christian Eriksen durante um jogo do Euro 2020 e Simon Kjær, capitão de equipa da seleção da Dinamarca.

O jogador dinamarquês sofreu uma paragem cardíaca durante o jogo contra a Finlândia, no passado dia 12 de junho. A atuação rápida da equipa médica foi o que tornou possível salvar a vida do jogador, assim como a reação imediata do colega de equipa.

Como descreveu a organização em comunicado, Kjær foi quem colocou Eriksen em posição de recuperação, iniciou o procedimento de RCP (reanimação cardiopulmonar), liderou os jogadores que fizeram uma espécie de escudo em volta do jogador e confortou a companheira de Eriksen.

"Este ano, o Prémio Presidente transcende o futebol", disse Aleksander Čeferin, presidente da UEFA. "Serve como um lembrete importante e eterno de como a vida é preciosa e coloca tudo nas nossas vidas numa perspetiva mais clara". Para o presidente, estes são os “verdadeiros heróis do Euro 2020”.

No total, nove pessoas receberam este prémio. Quatro elementos da equipa médica no local (Mogens Kreutzfeldt, Frederik Flensted, Anders Boesen e Peder Ersgaard), dois responsáveis médicos da UEFA no estádio (Jens Kleinefeld e Valentin Velikov), dois membros da equipa médica da seleção da Dinamarca (Morten Skjoldager e Morten Boesen) e o capitão dinamarquês.

"Toda a gente sabia o seu papel e sabia o que fazer. Naquele momento as emoções ficaram de lado. Depois, claro, como todas as pessoas, vieram ao de cima. Estamos muito felizes e orgulhosos com o resultado”, disse Mogens Kreutzfeldt, médico responsável no europeu.

Christian Eriksen também reagiu a esta homenagem: “Gostaria de agradecer a Morten [Skjoldager], Morten [Boesen] e à equipa médica que ajudou no Estádio Parken, no dia de 12 de junho. Fizeram um trabalho fantástico e salvaram-me a vida. Também quero agradecer ao meu amigo e capitão Simon e aos meus companheiros da seleção dinamarquesa pelo seu apoio, tanto no dia 12 de junho como depois".

O jogador aproveitou ainda para agradecer aos adeptos. "Obrigado a todos os adeptos que enviaram mensagens para mim e para a minha família. Significa muito e tem-nos dado força e apoio. Obrigado”, lê-se no mesmo comunicado.