Tribuna Expresso

Perfil

Football Leaks

Autoridades europeias já reclamaram €35 milhões com informações de Rui Pinto

"Os procuradores estão a investigar as informações de Rui Pinto enquanto ele está preso", sublinhou a responsável da Signals Network numa conferência de imprensa em Lisboa

Miguel Prado

Maria Feck

Partilhar

A diretora da organização norte-americana Signals Network, Delphine Halgand-Mishra, defende que "as informações de Rui Pinto são de um excecional interesse público" e estima que "pelo menos 35 milhões de euros foram já reclamados pelos procuradores de vários países da Europa e enquanto isso Rui Pinto está preso".

"Os procuradores estão a investigar as informações de Rui Pinto enquanto ele está preso", sublinhou a responsável da organização sem fins lucrativos, que apoia denunciantes com donativos da sociedade.

Numa conferência de imprensa em Lisboa, Delphine Halgand-Mishra realçou que a Signals Network não encoraja os whistle-blowers a cometer crimes nem a fazer pirataria informática, mas bate-se pela divulgação de informação de interesse público.

Na mesma conferência de imprensa, o diretor da publicação francesa Mediapart, Edwy Plenel, defendeu que Rui Pinto "não é um criminoso, mas sim um herói, que permitiu à população conhecer aquilo que lhe vem sendo escondido".

"O direito a saber é em democracia mais importante que o próprio direito de voto: se eu não sei, até posso votar a favor do meu pior inimigo", comentou o diretor do Mediapart.