Tribuna Expresso

Perfil

Football Leaks

Advogado da PLMJ antes do julgamento de Rui Pinto fala num “assalto que põe em causa a profissão”

Tiago Rodrigues Bastos, representante da PLMJ, uma das sociedades cujos emails foram exfiltrados por Rui Pinto, notou que o que será julgado "é muito grave do ponto de vista do funcionamento da democracia".

Miguel Prado

Tiago Rodrigues Bastos, representante da sociedade de advogados PLMJ no julgamento de Rui Pinto

NUNO BOTELHO

Partilhar

O advogado Tiago Rodrigues Bastos, que representa a sociedade PLMJ, assistente no processo de Rui Pinto, declarou que o ataque informático imputado ao autor de Football Leaks é "uma lesão para a advocacia e um assalto que põe em causa a profissão".

No Campus de Justiça, em Lisboa, o advogado da PLMJ lembrou que "o sigilo profissional é a alma mater da advocacia". E notou que o que será julgado "é muito grave do ponto de vista do funcionamento da democracia".

O representante da PLMJ, uma das sociedades cujos emails foram exfiltrados por Rui Pinto, segundo a acusação, desvalorizou o apoio que o diretor da Polícia Judiciária tem dado a Rui Pinto, reconhecendo a sua colaboração com as autoridades.

"A Justiça faz-se com juízes, não se faz com diretores da PJ", comentou.