Tribuna Expresso

Perfil

Football Leaks

Inspetor da PJ será a primeira testemunha no julgamento de Rui Pinto

José Amador, inspetor da Polícia Judiciária, será o primeiro a ser ouvido, a 17 de setembro

Miguel Prado

MÁRIO CRUZ/LUSA

Partilhar

O inspetor da Polícia Judiciária José Amador vai a ser a primeira testemunha a ser ouvida no julgamento de Rui Pinto e Aníbal Pinto, tendo a juíza Margarida Alves agendado a manhã do dia 17 de setembro para a prestação de depoimento por parte do inspetor.

No final deste primeiro dia de julgamento, a juíza determinou também que no dia 15 de setembro serão retomados os trabalhos com a recolha de esclarecimentos por parte da procuradora do Ministério Público que está a acompanhar este processo.

No dia 16 de setembro, serão prestadas declarações por parte de alguns dos assistentes do processo, nomeadamente os advogados Luís Pais Antunes (PLMJ) e João Medeiros e Inês Almeida Costa (ex-advogados da PLMJ que estão atualmente na Sociedade Vieira de Almeida).

Durante esta tarde, o arguido Aníbal Pinto, antigo advogado de Rui Pinto, esteve a prestar declarações, tendo centrado a sua intervenção em críticas ao Ministério Público por ter omitido comunicações que, no seu entender, seriam benéficas à sua defesa.

Rui Pinto esteve presente durante toda a primeira sessão do julgamento, tendo feito uma declaração inicial em que assegurou ao tribunal que "nada" do que fez "foi por dinheiro". É acusado de 90 crimes, um dos quais tentativa de extorsão à Doyen.

Rui Pinto em tribunal: “Nada do que fiz foi por dinheiro”

"As revelações que fiz são graves e são para mim motivo de orgulho e não de vergonha", disse ainda Rui Pinto numa declaração inicial no Campus de Justiça