Tribuna Expresso

Perfil

Football Leaks

Rui Pinto em tribunal: “Nada do que fiz foi por dinheiro”

"As revelações que fiz são graves e são para mim motivo de orgulho e não de vergonha", disse ainda Rui Pinto numa declaração inicial no Campus de Justiça

Miguel Prado

NUNO BOTELHO

Partilhar

Rui Pinto, acusado de 90 crimes, declarou esta sexta-feira em tribunal que não atuou por dinheiro no Football Leaks. "O meu trabalho como whistleblower está terminado. Nada do que fiz foi por dinheiro", afirmou no início do julgamento .

"As revelações que fiz são graves e são para mim motivo de orgulho e não de vergonha", disse numa declaração inicial.

"Fui objeto de uma campanha de calúnia e difamação e estive um ano e meio preso, sete meses dos quais em isolamento total", acrescentou Rui Pinto.

"Nao me considero um hacker, sou um denunciante e whistleblower", reiterou Rui Pinto no arranque do julgamento.