Tribuna Expresso

Perfil

Football Leaks

Advogado queixa-se de tweet de Rui Pinto mas juíza diz que é irrelevante

Rui Costa Pereira, ex-advogado da PLMJ, diz ter sido insultado no Twitter após uma partilha de Rui Pinto. Juíza responde: “A prova faz-se em tribunal”

Miguel Prado

Sonja Och

Partilhar

O advogado Rui Costa Pereira, assistente no processo em que Rui Pinto é acusado de 90 crimes, queixou-se esta quinta-feira em tribunal de uma mensagem partilhada por Rui Pinto no Twitter que suscitou “um chorrilho de ameaças e insultos” contra si. Mas a juíza Margarida Alves respondeu que isso é irrelevante para o processo.

“Poucas horas antes de vir para aqui, o próprio Rui Pinto decidiu divulgar um tweet de um seu apoiante a meu respeito”, relatou Rui Costa Pinto. Mas a juíza do processo desvalorizou, afirmando que o arguido e os assistentes são livres de fazer publicações em sua defesa.

“O arguido tem milhares de seguidores”, reclamou o ex-advogado da PLMJ. “Não vejo relevância nisso, a prova faz-se em tribunal. E o tribunal mantém-se à margem dessas questões”, respondeu a juíza, que disse também não ter redes sociais.

Em causa estava uma partilha que Rui Pinto fez esta semana no Twitter de uma mensagem criticando um outro tweet em que Rui Costa Pereira se referia de forma depreciativa ao autor do Football Leaks.

No seu depoimento, o advogado lamentou o impacto que as publicações no blogue Mercado de Benfica - que a acusação atribui a Rui Pinto - tiveram na sua vida. “Quem não tenha passado por isto não faz ideia da sensação de violação de privacidade”, afirmou o advogado que trabalhou na PLMJ até ao início do ano passado.