Tribuna Expresso

Perfil

Football Leaks

Rui Pinto: um mês de julgamento em 10 ideias-chave

O julgamento do autor de Football Leaks começou a 4 de setembro e até agora ainda só ouviu duas testemunhas da Polícia Judiciária. Pelo tribunal passaram muitos pormenores que sustentam a acusação contra Rui Pinto, algumas inconsistências na atuação das autoridades, e a certeza de que ainda muita tinta vai correr

Miguel Prado

Rui Pinto no julgamento em que é acusado de 90 crimes, incluindo um de tentativa de extorsão à Doyen, no âmbito das publicações feitas entre 2015 e 2016 no blog Football Leaks

NUNO BOTELHO

Partilhar

O julgamento de Rui Pinto por 90 crimes começou a 4 de setembro. Teve até ao momento oito sessões, tendo já datas marcadas até 10 de dezembro, que serão, tudo indica, insuficientes para ouvir as 120 testemunhas indicadas pelo Ministério Público e pelos advogados de defesa de Rui Pinto e do seu antigo advogado, Aníbal Pinto, também arguido no processo.

Além dos assistentes, nomeadamente vários advogados que trabalhavam na PLMJ cujos e-mails foram pirateados, e das intervenções iniciais dos arguidos, apenas foram ouvidas duas testemunhas da Polícia Judiciária até ao momento, o inspetor José Amador, e o especialista em informática da PJ José São Bento, que voltará terça-feira a depor em tribunal.

Este é um artigo exclusivo. Se é assinante clique AQUI para continuar a ler. Para aceder a todos os conteúdos exclusivos do site do Expresso também pode usar o código que está na capa da revista E do Expresso.

Caso ainda não seja assinante, veja aqui as opções e os preços. Assim terá acesso a todos os nossos artigos.