Tribuna Expresso

Perfil

Football Leaks

Football Leaks: José Miguel Júdice chama "ladrão" a Rui Pinto em tribunal

"Fui visitado por esse senhor, que só lhe posso chamar ladrão e que, com grande violência moral e psicológica, me veio furtar"

Sonja Och

Partilhar

O antigo sócio fundador da sociedade de advogados José Miguel Júdice chamou hoje "ladrão" a Rui Pinto, denunciando a "violência moral e psicológica" do criador do 'Football Leaks' na 17.ª sessão do julgamento.

"Fui visitado por esse senhor, que só lhe posso chamar ladrão e que, com grande violência moral e psicológica, me veio furtar", afirmou o antigo bastonário da Ordem dos Advogados, reiterando: "Não posso admitir em circunstância alguma que um cidadão, ainda que fosse com aparentes motivos nobres, faça o que foi feito comigo. É totalmente inadmissível do ponto de vista ético ou jurídico."

Numa audição por videoconferência para o Tribunal Central Criminal de Lisboa, José Miguel Júdice salientou que o acesso aos documentos pessoais e profissionais, mesmo sem a posterior publicação online dessas informações, é como "uma espada" sobre a sua cabeça, considerando até "mais grave um ladrão que entrou no computador do que um ladrão que entra em casa", pela impossibilidade de ter noção das informações que foram acedidas.