Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Football Leaks

Doyen: o fundo que não é um fundo, com um dono que não é o dono

Nélio Lucas, antigo administrador e sócio da Doyen, volta a testemunhar esta terça-feira no julgamento de Rui Pinto. Recuperamos o que já disse, mas também o que deixou por dizer, sobre o dinheiro da família Arif que financiou a entrada da Doyen no futebol europeu

Miguel Prado

FOTO Stéphane Lagoutte/REA/4see

Partilhar

Desde que a Doyen Sports Investments Limited foi criada, em maio de 2011, em Malta, muito mudou, mas não o acionista maioritário, o cidadão turco Malik Ali. Primeiro, através da empresa Benington Group Assets, e mais recentemente, desde junho deste ano, diretamente e a título individual. Mas numa sociedade que investe dezenas de milhões de euros no futebol europeu quem é o verdadeiro dono? Aquele que é formalmente o acionista maioritário? Ou quem de facto financia o negócio, sem que o seu nome apareça nos registos?

Este é um artigo exclusivo. Se é assinante clique AQUI para continuar a ler. Para aceder a todos os conteúdos exclusivos do site do Expresso também pode usar o código que está na capa da revista E do Expresso.

Caso ainda não seja assinante, veja aqui as opções e os preços. Assim terá acesso a todos os nossos artigos.