Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Football Leaks

Nélio Lucas diz não fazer ideia se o seu sócio na Doyen foi financiado por Refik Arif. Documentos sugerem que sabia

Antigo sócio minoritário da Doyen foi questionado em tribunal sobre quem a financiava. Francisco Teixeira da Mota apresentou em tribunal um documento Excel listando os investimentos e lucros feitos pela Doyen, onde constavam em várias linhas a sigla RA

Miguel Prado

FOTO Stéphane Lagoutte/REA/4see

Partilhar

Nélio Lucas, antigo sócio minoritário da Doyen, foi questionado em tribunal sobre quem financiava a Doyen indiretamente. Mas não confirmou que esse financiamento viesse de Refik Arif, apesar de documentos mostrados em tribunal apontarem nesse sentido.

Refik, tio de Malik Ali, é um dos membros da família Arif, que fez fortuna no Cazaquistão e Turquia com negócios de matérias primas, químicos, construção e imobiliário. Nélio Lucas admitiu ter-se encontrado duas ou três vezes com Refik Arif e reconheceu ser familiar de Malik Ali.

"Como Malik Ali se financia é uma decisão que lhe compete a ele. Se Malik Ali pediu ao banco ao ao senhor Refik Arif não faço a mínima ideia", afirmou em resposta ao advogado de Rui Pinto, Francisco Teixeira da Mota.

Teixeira da Mota apresentou então em tribunal um documento Excel listando os investimentos e lucros feitos pela Doyen, onde constavam em várias linhas a sigla RA.

"O que se vê neste reinvestimento? Quem reinvestiu 80%?", perguntou Teixeira da Mota. "RA? Não faço a mínima ideia", respondeu Nélio Lucas. "Não faz a mínima ideia do que era RA num documento interno da Doyen?", insistiu o advogado de Rui Pinto.

Teixeira da Mota questionou ainda Nélio Lucas sobre se a sigla RA era da sua autoria. "Não sei precisar", respondeu Nélio Lucas.

O ex presidente da Doyen também foi confrontado com um documento que indicava que Refik Arif era o financiador de até 100 milhões de euros à Benington, a empresa de Malta através da qual oficialmente Malik Ali detinha 80% da Doyen (sendo os restantes 20% da Wood Gibbins, de Nélio Lucas).

A sessão foi entretanto interrompida para o intervalo de almoço. Nélio Lucas continuará a testemunhar durante a tarde.