Tribuna Expresso

Perfil

Football Leaks

O rasto dos milhões de Teo, o ex-agente de Hulk que ajudou a tesouraria do FC Porto - e que é dono do Portimonense

Teodoro Panagopoulos, de 50 anos, fundou em 2001 em São Paulo a empresa Teo Sports e dois anos depois começou a fazer negócios em Portugal. Em 2008 levou o avançado brasileiro Hulk para o Futebol Clube do Porto (FCP), que o transferiu para os russos do Zenit, em 2012, pela soma de €40 milhões. Um negócio que deu a Teo, através da For Gool (que tinha sido criada em 2010), uma comissão de €13 milhões. Mas não ficou tudo para o empresário brasileiro. Ele dividiu. E reinou

Miguel Prado

Partilhar

O pequeno e discreto edifício Elscot House, a cerca de 11 quilómetros do centro de Londres, alberga mais de uma centena de empresas. Entre elas está a For Gool, que desde 2013 controla a sociedade anónima desportiva (SAD) do Portimonense e que é detida pelo empresário brasileiro Constantin Teodoro Panagopoulos, mais conhecido no mundo do futebol como Teo Fonseca. A mesma morada acolhe a Footplux, criada por Mitsuo Alves, um antigo futebolista brasileiro que há anos administra, a partir das Bahamas, a fortuna de Teo, que deve boa parte do que amealhou ao agenciamento de Hulk. Panagopoulos tornou-se um bem-sucedido intermediário do futebol. Que se tornou dono de um clube. Que financiou outro. E que continuou a intermediar transferências de jogadores entre clubes que competem contra o seu.

Teodoro Panagopoulos, de 50 anos, fundou em 2001 em São Paulo a empresa Teo Sports e dois anos depois começou a fazer negócios em Portugal. Em 2008 levou o avançado brasileiro Hulk para o Futebol Clube do Porto (FCP), que o transferiu para os russos do Zenit, em 2012, pela soma de €40 milhões. Um negócio que deu a Teo, através da For Gool (que tinha sido criada em 2010), uma comissão de €13 milhões. Mas não ficou tudo para o empresário brasileiro. Ele dividiu. E reinou.