Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Football Leaks

Testemunha desmente uma das acusações do Ministério Público a Rui Pinto sobre Football Leaks

Ministério Público imputou a Rui Pinto a responsabilidade de uma publicação no perfil do Twitter Parvodavida. O autor desse perfil diz nem sequer conhecer Rui Pinto

Miguel Prado

Sonja Och

Partilhar

O engenheiro informático Nuno Ferreira, 29 anos, assumiu esta quinta-feira ser seu o perfil Parvodavida, na rede social Twitter, desmentindo um dos pontos da acusação do Ministério Público a Rui Pinto, que atribui ao arguido a publicação de documentos do Football Leaks naquele perfil no Twitter.

"Aquelas publicações foram feitas por mim, recordo-me de o fazer", afirmou em tribunal Nuno Ferreira, quando questionado pela advogada Luísa Teixeira da Mota se o perfil Parvodavida é seu.

A testemunha referiu que "as informações foram partilhadas no blogue Football Leaks" e por si partilhadas no referido perfil no Twitter.

No seu testemunho em tribunal Nuno Ferreira notou que nunca teve contacto com Rui Pinto nem com ninguém identificado como fazendo parte do Football Leaks.

Outra testemunha ouvida esta quinta-feira em tribunal no julgamento de Rui Pinto foi o comentador do Porto Canal Pedro Bragança, que referiu que "não era possível aquela publicação (no perfil Parvodavida) pertencer a Rui Pinto".

Pedro Bragança admitiu ter alertado o autor daquele perfil para o facto de a acusação do Ministério Público o associar a Rui Pinto.

Nuno Ferreira à data das partilhas incorretamente imputadas a Rui Pinto, em novembro de 2015, vivia em Esposende, estando agora a viver na Noruega.