Tribuna Expresso

Perfil

Fórmula 1

Morreu Domingos Piedade, conhecido como o “senhor Fórmula 1”

Domingos Piedade, antigo manager e diretor desportivo de equipas de Fórmula 1, morreu vítima de cancro no pulmão, aos 75 anos

Partilhar

Domingos Piedade, antigo manager e diretor desportivo de equipas de Fórmula 1, morreu vítima de cancro no pulmão. Tinha 75 anos. A notícia foi avançada pelo jornalista João Carlos Costa numa publicação no Facebook.

Conhecido como o “senhor Fórmula 1”, Domingos Piedade trabalhou com marcas e pilotos internacionais e era considerado um grande conhecedor da indústria e desporto automóvel. O seu último cargo foi de administrador da AGM, o braço desportivo da Mercedes.

Trabalhou com pilotos como Emerson Fittipaldi, Ayrton Senna e Michele Alboreto, tendo chegado a vencer as 24 Horas Le Mans como chefe de equipa da Porsche.

A Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting ((FPAK) já reagiram à morte de Domingos Piedade. À agência Lusa, o presidente da FPAK, Ni Amorim, afirmou que “automobilismo português está de luto”.

“Ajudou muitos pilotos portugueses, eu incluído, quando quis internacionalizar a minha carreira. Tenho muitas histórias, que um dia posso contar”, disse ainda Ni Amorim.