Tribuna Expresso

Perfil

Fórmula 1

Covid-19. O mais mítico dos grandes prémios da Fórmula 1 não se vai realizar em 2020

Depois dos adiamentos do GP Austrália, Bahrain e Vietname, as três primeiras provas europeias também não se vão realizar nas datas previstas. O GP Mónaco foi, aliás, mesmo cancelado. O GP Holanda e GP Espanha foram adiados

Tribuna Expresso

Michael Regan

Partilhar

Tão certo como o Natal se festejar em dezembro é em maio vermos as ruas de Monte Carlo a tremer ao som dos carros mais rápidos do Mundo. O GP Mónaco é a mais mítica das provas do calendário da Fórmula 1, mas este ano não haverá Ferraris nem Mercedes nem Red Bulls a correr no principado. A prova está cancelada e será a primeira vez desde 1954 que o GP Mónaco não vai acontecer.

Um dia depois de antecipar a já habitual paragem de agosto para março e abril por causa do novo coronavírus, a Fórmula 1 anuncia aquilo que já quase toda a gente esperava: o adiamento das primeiras provas que teriam lugar na Europa. O GP Holanda, GP Espanha e o GP Mónaco juntam-se assim aos já adiados GP Austrália, GP Bahrain, GP Vietname e GP China (este último já há muito adiado).

Fica assim adiada também a expectativa do regresso da Fórmula 1 ao circuito de Zandvoort, na Holanda, fora do calendário desde 1985.

O início da temporada fica agora marcado, até ver, para Baku, capital do Azerbaijão, a 7 de junho.

[Nota: Texto atualizado às 17h48, após a confirmação do cancelamento e não apenas adiamento do GP Mónaco]