Tribuna Expresso

Perfil

Fórmula 1

Lembra-se das novas regras que iam revolucionar a F1 em 2021? A Covid-19 adiou-as por um ano

A temporada de 2020 seria a última antes da entrada em vigor de regras que tornariam a F1 mais igual entre equipas, mas os efeitos do novo coronavírus vão atrasar a implementação do novo regulamento

Tribuna Expresso

Clive Mason/Getty

Partilhar

A decisão tomou-se como quase todas as decisões são tomadas por estes dias: após uma videoconferência entre a Fórmula 1, a FIA e as 10 equipas da grelha. E todos por unanimidade decidiram que a grande revolução que estava preparada para a Fórmula 1 em 2021 vai ter de esperar mais um ano.

As novas regras técnicas, que vão implementar, por exemplo, mais peças-padrão para cada carro e um orçamento limite para todas as equipas, têm como objetivo diminuir o fosso entre as equipas que lutam pelo título e as restantes, mas os efeitos do surto da Covid-19 deixaram as equipas sem grande margem de manobra em termos financeiros e de tempo para preparar de forma conveniente a temporada de 2021.

E isto numa altura em que o futuro da temporada de 2020 ainda é uma incógnita.

"Dada a situação financeira volátil que estamos a viver, ficou acordado que as equipas vão usar o chassis de 2020 para 2021", diz a FIA em comunicado, em que refere ainda que "todas as equipas apoiam a FIA e a F1 nos esforços que estão a ser feitos para organizar o calendário de 2020".