Tribuna Expresso

Perfil

Fórmula 1

Na Toscânia houve acidentes, safety car, bandeiras vermelhas - e ganhou o piloto do costume

O Grande Prémio da Toscânia, em Itália, em que se celebrava a milésima corrida da Ferrari na F1, o britânico Lewis Hamilton cruzou a bandeira de xadrez em 1.º. seguido do colega Valteri Bottas. Para trás, ficou uma prova acidentada e caótica, com acidentes, safety car e duas bandeiras vermelhas

Tribuna Expresso e Lusa

Mark Thompson

Partilhar

O britânico Lewis Hamilton (Mercedes) venceu este domingo o Grande Prémio da Toscânia de Fórmula 1, nona corrida da temporada, que teve de ser interrompida duas vezes devido a acidentes.

Hamilton terminou as 56 voltas ao circuito de Mugello com 4,880 segundos de vantagem sobre o finlandês Valtteri Bottas, seu companheiro de equipa, e 8,064 sobre o tailandês Alexander Albon (Red Bull), nesta que foi a 90.ª vitória da sua carreira, ficando a uma do recorde do alemão Michael Schumacher.

Com estes resultados e o facto de ter somado um ponto extra devido à volta mais rápida da corrida, o britânico tem, agora, 55 pontos de vantagem sobre Bottas e 80 sobre o holandês Max Verstappen (Red Bull), que desistiu na primeira volta.