Tribuna Expresso

Perfil

Fórmula 1

Hamilton: "O importante é que todas as crianças persigam os seus sonhos. Os sonhos podem tornar-se realidade"

Depois de vencer o sétimo Mundial da carreira, Lewis Hamilton agradeceu à família por todo o apoio desde novo

tribuna expresso e lusa

Peter Fox

Partilhar

O piloto britânico Lewis Hamilton agradeceu hoje à Mercedes e à família a ajuda dada na conquista do seu sétimo título de campeão mundial de Fórmula 1, e incitou todas as crianças a perseguirem os seus sonhos.

“Quando somos crianças temos sonhos, e vemos a Fórmula 1 como algo muito distantes. O importante é que todas as crianças persigam os seus sonhos e trabalhem duro para os alcançar. Quando o fazem, os sonhos podem tornar-se realidade”, afirmou Hamilton, no final do Grande Prémio da Turquia, no qual assegurou matematicamente o título.

O britânico, que igualou o recorde de títulos na Fórmula 1 que pertencia ao alemão Michael Schumacher, admitiu que o trabalho da Mercedes e o apoio da família foram essenciais em mais uma conquista.

“Não tenho palavras para expressar o que sinto, mas tenho de começar por agradecer a todas as pessoas da equipa, os que estão aqui e aos que trabalham na fábrica. Sem esta equipa não teria conseguido”, disse, acrescentando: “Também estou muito grato à minha família que sempre me apoiou, em especial quando era pequeno”.

Lewis Hamilton, que ao vencer na Turquia, aumentou para 84 o seu próprio recorde de triunfos em Grandes Prémios, admitiu que “o ano tem sido difícil para todos” e defendeu a necessidade de Fórmula 1 se tornar “mais sustentável”, garantindo que quer fazer parte desse desafio.

Aos 35 anos, Lewis Hamilton é recordista de pódios (162), de ‘pole positions’ (97), de vitórias (94) e, agora, de títulos, em igualdade com Michael Schumacher (7).

Um alemão e um inglês entram numa conjetura… (ou porque comparar Schumacher com Hamilton é quase impossível)

"Na última década, a Fórmula 1 mudou tanto que os carros de hoje pouco têm em comum com os de há dez anos, quanto mais os de há 20", explica Pedro Boucherie Mendes, no dia em que Lewis Hamilton se sagrou campeão mundial pela sétima vez, alcançando assim Michael Schumacher