Tribuna Expresso

Perfil

Fórmula 1

Finalmente: Lewis Hamilton cedeu e renovou com a Mercedes

Sir Lewis Hamilton assinou um novo acordo com a Mercedes, de olhos postos no oitavo título de campeão da Fórmula 1. Depois de meses de avanços e recuos, o inglês viu-se confirmado pela equipa dominadora da F1 como piloto principal, tendo mais uma vez ao seu lado o finlandês Valtteri Bottas

Tribuna Expresso

XXSTRINGERXX xxxxx

Partilhar

O jornal “Daily Mail” crê que Hamilton, de 36 anos, foi convencido pela equipa Mercedes a baixar as exigências financeiras de 40 milhões de libras por ano, tendo em conta a crise financeira gerada pela pandemia. A falta de alternativas noutras equipas também terá pesado.

A equipa alemã emitiu um comunicado a anunciar que “o campeão em título da Fórmula 1 e a marca campeã de construtores vão continuar juntos em 2021”. Será a nona época consecutiva de união entre Hamilton e a Mercedes.

“Uma parte significativa deste novo acordo reside no compromisso mútuo para com uma maior diversidade e inclusão no desporto automóvel, iniciado o ano passado pelo Lewis e pela Mercedes,” diz o comunicado da equipa, que anuncia também a criação de uma fundação sem fins lucrativos, “que terá como missão promover” os temas acima referidos.

Em termos desportivos, Hamilton persegue o oitavo título, sétimo na equipa Mercedes. Em caso de sucesso, o que não é muito difícil de imaginar, o inglês passará Schumacher, tornando-se o piloto com mais campeonatos na história da Fórmula 1.